Header Ads

7 Ficções juvenis apocalípticas

No post de hoje selecionamos 7 ficções juvenis apocalípticas em que ou o mundo está por terminar de vez ou que então já foi pras cucuias há algum tempo cabendo a nossos valorosos jovens tentar soerguer o mundo ou só mesmo aceitar o fim do mundo, que dói menos. Confira:

1 - Até o fim do mundo, de Tommy Wallach: Uma narrativa interessante ao estilo de Impacto Profundo, só que ambientada num grupo de jovens que vive os últimos dias do Planeta Terra esperando pela colisão derradeira de um cometa. Tensão melancólica e debates da adolescência constroem uma narrativa com atrativos;

2 - Os Seis Finalistas, de Alexandra Monin: Já este parte bem para uma pegada 2012, e a Terra assolada por desastres naturais vive seus últimos dias. Nessa realidade sombria a grande ideia da Nasa para salvar a raça humana é colonizar uma lua de Júpiter. Adrenalina e ação para que curte entretenimento com aquela boa dose de romance;

3 - Memória da Água, de Emmi Itäranta: Narrativa delicada e muito interessante nos apresenta um mundo entre a distopia e o pós-apocalíptico com um ambiente bastante devastado e a existência sob a égide totalitária;

4 - A Torre Acima do Véu, de Roberta Spindler: Outra narrativa a habitar as fronteiras e a distopia, pois há o contraste de alguma tecnologia com um universo já marcado por alguma experiência apocalíptica;

5 - Mundo Novo, de Chris Weitz: Essa sim uma obra juvenil apocalíptica na literalidade da palavra. O planeta em ruínas está sob a administração dos jovens, únicos a permanecerem vivos num planeta adolescente, mas em fúria de Mad Max;

6 - The 100, de Kass Morgan: No caso dessa temos mais um pós-apocalipse, com a galera vivendo no espaço até que a juventude decide retornar ao planeta, agora inóspito;

7 - Filhos do Fim do Mundo, de Fábio Barreto: Um FC bastante enérgica e apocalíptica construindo sua visão de fim dos tempos, fica contudo nas linhas limítrofes entre a ficção adulta e a juvenil;

Nenhum comentário