Header Ads

10 Melhores livros sobre Nova York

Nova York é certamente a metrópole mais emblemática do mundo. Uma cidade imensa onde deságua o mundo, e, por isso mesmo, cenário fértil tanto no cinema quanto na literatura. Neste post selecionamos 10 grandes livros ambientados na Grande Maçã, ou como diria Mutarelli, na Maçazona. Confira:

1 - Cidade em Chamas, de Garth Risk Halberg: Fruto de uma ambicioso projeto literário que incluiu uma ostentosa cifra de adiantamento, o livro mergulha nos anos 60 e 70 e tenta construir uma espécie de mitologia fundacional da cidade e sua cultura, bem como passeando por acontecimentos históricos como o Grande Apagão. Contudo, menos que histórico, o livro é uma abordagem cultural das tribos e das classes sociais da metrópole, inclusive em suas contradições [Resenha/avaliação];

2 - O Filho Mais Velho de Deus e/ou Livro IV, de Lourenço Mutarelli: A obra é fruto de encomenda do Projeto Amores Expressos que enviou diferentes autores brasileiros a diferentes cidades do mundo com a missão de escrever um romance em cada cidade visitada. No caso de Mutarelli é curioso observar como o autor descreve a metrópole a partir de um ranço com o lugar. Contudo, embora certa reticência do autor com a cidade, é curiosa a abordagem que transforma Nova York em "cidade cenário", um lugar a que se pertence sempre provisoriamente [Resenha];

3 - O Poderoso Chefão, de Mario Puzo: A máfia é constituinte de Nova York, e isso faz do livro somado à brilhante adaptação um obra essencial da cultura local, que dá vida a um submundo abaixo da superfície - mas não isolado ou alheio a ela - com suas regras e histórias próprias. É certamente romance indispensável não só para quem queira observar a metrópole deste ângulo, mas para todos que procuram literatura de excelência [Resenha];

4 - O Pintassilgo, de Donna Tartt: Vencedor do Pulitzer, embora percorra outros ambientes, terá em Nova York a presença não apenas de fatos relevantes na narrativa, bem como passeia por diferentes e interessantes endereços da metrópole. Além disso, abre o romance na Big Apple e com seu principal temor contemporâneo: o terrorismo;

5 -  Projeto Rosie, de Graeme Simsiom: A Nova York das comédias românticas tão retratadas no cinema salta pelas páginas deste livro, especialmente seus restaurantes, apartamentos pequenos e, claro, personagens que pela literatura e pelo cinema passamos a ver como "tipicamente novaiorquinos [Resenha]";

6 - Os Imortalistas, de Chloe Benjamin: Obra que por seguir diferentes personagens acaba dividindo a cena com outras cidades marcantes, São Francisco, por exemplo. Quanto à metrópole, além da aura misteriosa dos anos 70 com suas ciganas e maldições, a narrativa acaba falando da diáspora de povos que encontraram na cidade um novo mundo, mas não livre das tragédias da vida;

7 -   Nada Além da Verdade, de Alex Gilvarry: Uma das abordagens mais interessantes e distópicas da metrópole que a despeito de suas diferenças do restante americano, é uma cidade americana. Na obra os sonhos e o glamour da liberdade, fama e fortuna na Big Apple são atravessados pela política antiterrorista americana que não poupa sequer estilistas [Resenha];

8 - Gossip Girl, de Cecily Von Ziegesar: A série de livros se tornou uma verdadeira febre ao retratar o universo dos milionários jovens da cidade. É ainda um livro que abre a discussão do impacto e relevância dos blogs na cultura, sendo que Nova York ocupa como geralmente apresentado tal vanguarda neste novo comportamento, e, inclusive antecipa as contradições desse novo mundo das redes sociais;

9 - O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger: Para alguns leitores o maior romance americano, a obra além de trazer o universo de uma rica família de Nova York. Contudo, o polêmico livro, acusado muitas vezes de levar adolescentes ao suicídio, trata de rebelião juvenil perante as diferentes opressões e cobranças a que estão submetidos os jovens;

10 - Os Adoráveis, de Sarra Manning: Já para quem procura uma pegada leve e alternativa da cidade, esse é um romance interessante, que não deixa também de trazer ambientes míticos da cidade que nunca dorme, as festas e o glamour da moda e dos influencers.

Nenhum comentário