Header Ads

10 Ilhas mais perigosas da literatura

No post de hoje selecionamos as 10 ilhas mais perigosas da literatura, pois sim, estes lugares cercados pelos mares, muitos até mesmo escondidos nos mapas podem esconder mais que meras aventuras, acima de tudo grandes e tenebrosos perigos. Confira:

1 - Isla Nublar: Nada mais americano que comprar uma ilha perdida em algum país pobre da América Central, neste caso a Costa Rica. Ali cientistas deslumbrados e ambiciosos decidiram clonar gigantescos dinossauros e abrir um grandioso parque, o que dá errado, claro. No livro o terror e o assombro no Jurassic Park são bem maiores que no filme e é tanto sangue e morte que não recomendamos um passeio seu pela Isla Nublar;

2 - A Ilha do Dr. Moreau: Mas muito antes de Michael Crichton desenvolver pesquisas perigosas, Moreau já observara que ilhas podem ser um local secreto para pesquisas proibidas. Com isso, a partir de suas experiências genéticas que geram estranhas "monstruosidades", sua ilha é outro endereço em que você não quer bancar o Tom Hanks e naufragar;

3 -  Ilhas de Ferro: Já nos Sete Reinos de George R. R. Martin uma das mais tenebrosas ilhas, senão a mais tenebrosa, habitada pelos selvagens Homens de Ferro, são As Ilhas de Ferro, um lugar em que se você for parar é bem possível que seja entregue como oferenda ao Deus Afogado;

4 - Ilhas Narnianas: Algumas ilhas do fantástico universo de As Crônicas de Nárnia são especialmente perigosas, como A Ilha da água da Morte que um mergulho voluntário no lago pode te transformar numa estátua de ouro, e A Ilha Negra, certamente um dos locais mais perigosos em Nárnia;

5 - Ilha do Soldado: O lugar é ermo, rochoso e só com uma pequena e perigosa mansão por lá. Seus últimos dez visitantes, veja só, no almoço, jantar e desjejum, morreram todos, E não sobrou nenhum;

6 - Ilha das Moscas: Em O Senhor das Moscas, bem verdade que os perigos são trazidos pelos "aero-náufragos" infantes que vão parar em seu terreno inóspito e ainda selvagem, cujo habitante predecessor é O Senhor das Moscas. Ainda assim ao jogar os jovens à primitividade e o desafio da sobrevivência e as ambições tornam o lugar palco de morticínio e perigo;

7 - Fênix, a ilha: Uma curiosa abordagem juvenil de John Dixon que cria sua versão muito perigosa de ilha. Um lugar militarizado em que seus jovens são tanto habitantes, soldados e prisioneiros;

8 - Utopia: Sim, a ilha da perfeição talvez não seja perfeita para você. O leitor arguto perceberá as armadilhas que escondem o lugar mais que perfeito. Tanto que seu viajante foge de lá. Bem verdade que se Utopia constrói o regime aparentemente ideal à sua época, também pode se tornar um tanto perigoso aos que não andem em linha reta com suas rigorosas regras;

9 -  Ilha Okishima: Rapaz, se você estiver no ensino médio e for levado para esse lugar, se prepara. A ilha isolada em que ocorre o Battle Royale coloca estudante contra estudante, todos armados, e dali só pode sair um, os outros todos morrem;

10 - A Ilha: E toda ilha tem lá seus perigos. E a principal dos romances de aventura é certamente esta de Robinson Crusoe. Os tambores tocando distantemente podem soar assustadores a um náufrago que desconhece os habitantes do lugar. Diferentemente dos perigos doutras ilhas aqui trazidas, a ilha de Crusóe tem os seus perigos também.

Nenhum comentário