Header Ads

10 Grandes talaricos da literatura

Talaricagem pura é sacanagem, não é não? Talarico, criatura perigosa em seu silêncio [às vezes nem tão silencioso], ali, na moita, sempre à espreita do talaricar. Em ser talarico, o potencial do indivíduo está disposto a tudo. Neste post selecionamos 10 grandes talaricos da literatura, confira:

1 - O Bom Amigo Batista: Se tem personagem que melhor explica o que é um talarico é este de um conto de mesmo nome de Murilo Rubião. É talaricagem elevada à potência, ó pobre homem, que.. bem não vamos dar spoiler, mas, mas... não... oh, pobre narrador, pobre narrador nas graças do Batista;

2 - Lancelote: Ah, não, sem essa de nobre cavaleiro. Lancelote é o talarico mítico que percorre todas as narrativas arturianas que por mais que se diferenciem as tramas, lá vai ele com sua espada talaricar Guinevere e por umas belas aspas no não mítico Rei Arthur. Uma talaricagem mais orgiástica encontramos em As Brumas de Avalon;

3 - Conde Agliè: O misterioso personagem em O pêndulo de Focault é um talarico muito elegante que não deixa de usar seu charme "milenar" com toda e qualquer mulher bonita a sua frente, mesmo que nas de seus amigos;

4 - Jacob Black: Tudo bem que ele não é digamos uma amigão de Edward, mas convenhamos, ô lobisominho com mó jeito pra talaricagem que basta o vampiro cintilante dar aquela bobeada que o talarico peludo vai estar ali, pronto para por o time em campo;

5 - O'Marajá: Nicolas em Os meninos de Nápoles tem na talaricagem um trampolim para saltos ainda maiores pelas violentas paranzas italianas. Não seria tipicamente um talarico porque não tem amigos, mas parceiros, cúmplices, conhecidos, ainda assim se entre a garotada ele estiver a fim da sua garota, você está ferrado;

6 - Escobar: Ser talaricou ou não ser talarico, eis a questão. Tudo isso fica certamente na mente desconfiada de Casmurro, a quem é possível que seu amigo seja de fato talarico e o angustia com a possibilidade de estar criando um talariquinho;

7 - Tio Cláudio: Shakespeare foi homem de todos os saberes e nos comprova que a talaricagem existe pelo menos desde as tragédias. Rei Cláudio mestre da talaricagem em família e sedento pelo poder, oh, pobre Hamlet. Ian McEwan reproduz a tragédia numa jornada contemporânea em Enclausurado;

8 -  Iago: Mais um talarico do bardo, este um talarico que trai de uma outra forma, ao fazer Otelo acreditar que Desdêmona o traiu, levando a tragédia ao seu ápice;

9 - Enrico: Em Pecadora Isaque dá azar em fazer amizade com um homem que é totalmente diferente dele que só sabe "praticar um amor cristão", de modo que dedicado só ao orar, logo Isaque verá o talarico entrando em sua casa, em sua vida;

10 - Sor Jorah Mormont: Outro com mó jeitão de talarico é este cavaleiro dos sete reinos que cisca cisca cisca e cisca onde anda Daenerys Targaryen. É o talarico platônico, pobre-diabo.

Nenhum comentário