Header Ads

10 Razões para comemorar George R. R. Martin não ter terminado de escrever a sequência de As Crônicas do Gelo e do Fogo

O globo terrestre não fala outra coisa (até fala mas vamos fingir que não) que não os episódios finais da série de televisão Game Of Thrones. Pra falar a verdade, a galera anda um tanto irritada com os desfechos finais da série (com certa razão em alguns pontos, por exemplo, a infantilidade de Cersei próxima à morte contradiz tudo que ele foi nos últimos anos). Mas para nossa sorte, daqueles que preferem os livros, até que está sendo uma boa o atraso de George R. R. Martin publicar Ventos de Inverno. Quem sabe na literatura não tenhamos soluções melhores. Selecionamos 10 boas possibilidades, confira (*haverão spoilers, leia por sua conta):

1 - Em a Dança dos Dragões, Jon Snow, aquele que nada sabe encontra-se mortinho. Não seria má ideia deixá-lo assim mesmo, mortinho da silva. Discuto estas questões neste post;

2 - Uma das jornadas um tanto diferente entre livros e série de televisão é a de Sansa, a quem não faria mal algum seguir nos livros mais para passarinho do que um projeto repaginado de Cersei Lannister e suas intrigas de poder;

3 - A distância entre o momento em que estão os acontecimentos nos livros e o que já foi ultrapassado pela série é bastante grande, por isso bastante tempo para Martin dar aquela desconstruída em Tyrion, mas não transformá-lo no pangó e pouco astuto há pelo menos duas temporadas na série. Tyrion já provou ser bem mais esperto do que o mostram agora;

4 - E claro, nem a pau que imagino Martin cagando Daenerys do jeito que estão fazendo na série. E isso não tem nada a ver com o fato de que se precisa pela força feminina ou por qualquer outra ideologia, mas essencialmente porque parece-me pouco verossímil as últimas ações da mãe dos dragões. É o velho lé com cré que não bate, a personagem está irreconhecível se comparada a seu histórico;

5 - Os outros bem poderiam continuar mais assustadores e difíceis nos livros. Porra, tá quase a treta do cachorro de Lost, anos criando suspense, medo e horror, para caírem assim, num só episódio?

6 - Ah, mas uma coisa pode permanecer igual e a gente comemora de novo um "Arya wins";

7 - Não sei o que vai acontecer no final da série, mas a discussão ruma para a decisão sobre quem vai sentar no trono de ferro, o que parece-me bobagem, pois a discussão deveria ser para quê trono de ferro? Isso pode ser trabalhado de forma diferente nos livros;

8 -  Sam Tarly ao menos continua um adorável covarde, ainda que já tenhamos sinais de sua transformação;

9 - Martin pode decidir-se se acredita ou não na redenção das almas, afinal, na série alguns personagens caminharam tanto neste sentido, mudaram, e regrediram em 5 episódios. Jaime Lannister é um exemplo interessante nesse sentido;

10 - Será curioso e divertido analisar as diferentes soluções em ambiente tão distintos, inclusive pela peculiaridade da obra, literatura adaptada para a televisão, que ultrapassada na sequência dos eventos, é agora a obra original que corre atrás da série. 

Nenhum comentário