Header Ads

10 Livros brasileiros para quem curte uma "trip"

O romance do americano Jack Kerouac, "On The Road" é provavelmente o livro mais lembrado por leitores que curtem uma "trip" e praticamente criou um novo gênero literário. No Brasil temos algumas boas publicações nessa vibe, e separamos 10 romances brasileiros para quem curte uma "trip":

1 - Todos Nós Adorávamos Caubóis, de Carol Bensimon: Uma grande "trip" por estradas gaúchas e paisagens conhecidas, outras nem tanto. No percurso desta viagem duas namoradas que se reencontram num clima que vai do saudoso às promessas futuras não realizáveis. Inclusive conversamos com a autora sobre o livro, aqui no blog;

2 - O Viajante Imóvel, de Julio Ricardo da Rosa: O livro não é tipicamente um romance de estrada, mas a paixão por viajar aqui até é trabalha como forma de escapar de prisões mentais, ainda que as "trips"sejam imaginária. Um narrador amargo, mas a vontade de conhecer o mundo - o imaginá-lo - constroem o romance, e como vocês verão nessa lista, autores gaúchos curtem esse clima;

3 - Hippie, de Paulo Coelho: Não deixa de ser curioso que Paulo tenha resolvido narrar sua "trip" hippie pela Europa tantos anos depois da contracultura e do próprio momento em que os livros como o de Kerouac explodiram. Nessa recente publicação ele narra sua experiência no Magic Bus em uma rota que fora obrigatória a todo hippie;

4 - Viagem Sentimental ao Japão, de Paula Bajer Fernandes: O que de fato constrói nossas experiências? Este é mais uma obra que declara o desejo e o amor à viajar, e que encontra alternativas para justamente superar as impossibilidades;

5 - Mulheres Esmeraldas, de Domingos Pellegrini: Embora romance com tintas de narrativa policial, a obra não deixa de ter o espírito da estrada, aliás, a estrada e o movimento das personagens serão relevantes na narrativa, inclusive as paisagens que se mostram aos leitores, da floresta a cidadezinhas carnavalescas;

6 - Veleiro Garça Azul, O Lado Duro da Vela, de Fernando P. Kuhlmann: O livro é curtinho, autobiográfico, mas interessa-nos aqui que tem a pegada de quem curte conhecer novos lugares (e apresentá-los), contar histórias... e mostrando que a "trip" não precisa ser exclusivamente pela estrada;

7 - Destino Sombrio, de Luis Dill: Outro autor gaúcho que nos envolve com os sentimentos misteriosos da estrada, inclusive com passagens de grande clímax, de birosca à beira do asfalto, cenário decaído mas aquela garrafinha de vidro de Coca-Cola;

8 - Dia Perfeitos, de Raphael Montes: Nem toda "trip" animadinha não, algumas podem ser macabras como neste suspense a bordo de um Vectra 98 e por belas paisagens;

9 - Um Lugar na Janela, de Martha Medeiros: O livro reúne crônicas de viagens da conhecida e e renomada autora e jornalista;

10 - Um na Estrada, de Caio Riter: E mais um gaúcho pra fechar a lista, dessa vez com uma "trip" de buzão até Buenos Aires na Argentina onde Davi vai visitar a avó.

Nenhum comentário