Header Ads

10 Manias bastante estranhas de leitores

Ah os leitores, como são diversos e diversos, não é? Cada um com suas preferências, suas escolhas, e, claro, suas manias. Começamos 2018 elencando 10 manias de leitores bastante estranhas. Confira no post e não deixem de compartilhar suas manias de leitor/a nos comentários:

1 - Cheirar livros: Tudo bem que é uma coisa bem disseminada e até mesmo celebridades como John Green são adeptos da "cheiração literária". O fato é que não raro flagramos os leitores dando aquela disfarçada enquanto dão aquela cafungada no livro. Os mais experientes são capazes até mesmo de reconhecer de qual madeira ou floresta vieram aqueles papeis;

2 - Ler o final antes: Confesso que acho essa bastante estranha, mas há leitores e leitoras que não resistem à leitura prévia do final do livro para só então iniciar o começo da jornada. Os adeptos desta mania possuem certo problema quando tentam ler romances policiais. Por motivos óbvios, claro;

3 - Leitura degustativa: É provável que sejamos linchados por este item, mas amamos tanto os livros que achamos uma tremenda loucura daqueles que conseguem ler entre lanches e bebidas, especialmente uma xícara de café quente, afinal, vá que...

4 - Decifrando leituras: Leitor/a que é leitor/a não se 'guenta. Basta topar com alguém lendo no busão, no metrô, na praça, ou seja lá onde estiverem, ele vai tentar decifrar qual livro a pessoa está lendo. Para ampliar a tensão de tais momentos, o danado do outro leitor quase sempre está lendo de uma forma a complicar a missão "decifrar leitura alheia". Nesse momento os mais exagerados assume o "serial killer mode on" e não sossegam até descobrir que diacho está lendo o outro;

5 - Modo Pitaco: Não sei se essa é uma mania estranha, mas geralmente é chata pra caramba. Pode ser na sequência do item anterior, mas não necessariamente. Há leitores/as com a mania de pitacar e opinar sobre a leitura alheia, tipo "ah, é só Augusto Cury!", ou "que vergonha, lendo Crepúsculo descaradamente", ou a pior "isso é lá lugar de ler Cinquenta Tons. Esconjuro, vá de retro";

6 - Chamar os livros de filhos: Hum, outra síndrome bastante comum, uma espécie de afeição exagerada que em alguns casos pode gerar conflitos monumentais. Havendo sinais da síndrome é sempre bom consultar o médico, especialmente se já estiver na parte em que começa embalar os livros cantando canções de ninar;

7 - Ler em horários específicos: Imagino que grande parte dos leitores estranharão este hábito, mas há uma parcela de leitores que só consegue ler em horários específicos, como os matinais que só leem de manhã ou os vampirões que leitura só mesmo depois da meia-noite;

8 - Só ler catatau: Tem leitores que por distintas razões só conseguem ler aqueles tijolões e catataus gigantescos. Grande parte é para unir leitura e exercício fitness;

9 - Chorar no final: Tá, chorar com um ou outro livro e seu final faz parte, não é mesmo? Agora tem gente que não consegue deixar de chorar ao final de qualquer livro, mesmo que sejam as tragédias de A guerra dos tronos, ou a última página de um livro de piadas dos pontinhos. O causador da catarse aqui é o fato da ruptura do elo com a obra da vez. É um problema a ser levado a sério, há quem precise de analista;

10 - Comprar mais livros que se pode ler: Um dos hábitos mais relatados nas "internê" e que convenhamos pode trazer elementos a construção de vários artigos sobre o tema e com diferentes foco, da ostentação burguesa a distúrbios relacionados a consumo.

Um comentário: