10 Considerações sobre Talvez Um Dia, de Colleen Hoover ou porque a música embala o amor

O Blog Listas Literárias leu Talvez Um Dia, de Colleen Hoover publicado pela editora Galera Record; neste post as 10 considerações da Gi sobre o livro, confira:

1 - Talvez Um Dia é um romance que com muita leveza e emoção conta a história de duas pessoas que se apaixonam no momento errado, fato que coloca seus protagonistas Sidney e Ridge diante escolhas difíceis e delicadas;

2 - E tais escolhas e decisões serão tomadas justamente a partir do processo de constituição de personalidade e identidades das personagens, já que no caso dos dois aquilo que são ou aquilo por que passaram terá forte influência nas escolhas e nas atitudes de ambos;

3 - Assim, temos Sidney, uma jovem estudante de música com personalidade muito forte e que não abre mão de seus ideais e seus sonhos, mesmo que precise pagar determinados preços por causa disso; Desta forma temos uma jovem mulher muito decidida e que em alguns momentos mostra-se, inclusive, um tanto orgulhosa, encontrando em si mesma a força para enfrentar seus desafios;

4 - Ridge, por sua vez, além de possuir a peculiaridade de ser um dos raros personagens surdos, e no caso desta obra, ser protagonista, é marcado por uma infância difícil, que além de amadurecê-lo rapidamente, através das lembranças mais traumáticas criou seu vínculo inusitado com a música;

5 - E a maior parte das lembranças ruins do passado de Ridge está justamente no confronto e a não aceitação de seus pais (muito problemáticos) de sua condição física, send que tais problemas são parte daquilo que fizeram do jovem alguém forte e dotado de um senso de responsabilidade e compromisso bastante acentuado;

6 - Então quando a vida destes dois jovens se entrecruza suas personalidades serão parte daquilo que criará muros diante do envolvimento cada vez maior dos dois que precisarão lutar e criar limites contra si mesmos, pois ainda que o amor seja latente há outros laços e compromissos de ambos que os afasta e os impõe escolhas difíceis e delicadas, além, é claro, de acabar criando conflitos entre eles, ao passo que não podem se entregar ao que sentem;

7 - E a dificuldade que sentem os personagens é compartilhada pelas leitoras, que no caso deste romance não terão uma válvula de escape do tipo "algo para torcer contra" porque justamente todos os caminhos que vão surgindo diante dos dois e de quem lê nos parece justo, o que só demonstra o quão complicado é as escolhas a serem feitas;

8 - Portanto, no livro, além da paixão latente e de bela história de amor que narra, teremos ainda outros temas para debate e reflexão como a diferenças através do fato de Ridge ser um personagem surdo e como esse fato ira estabelecer sua relação diante do mundo, e como ele encontrará uma forma inesperada de interagir com o mundo: a música, que é outro dos grande elementos temáticos da obra;

9 - Além disso, o livro nos apresenta através de sua narrativa ágil uma reflexão de que escolher entre o certo e o errado é mais simples do que tomar uma decisão quando todas as escolhas nos parecem justas e acertadas, como é o caso das escolhas quer Sidney e Ridge terão de tomar ao longo do livro;

10 - Enfim, Talvez Um Dia é ótima leitura, marcada por uma história envolvente e contada com todo o talento de Colleen Hoover de criar histórias emocionantes que nos tragam para seu interior de modo que nos colocamos a torcer por suas personagens. Do mesmo modo, no caso deste livro, além de personagens marcantes e uma trama original, com certeza é uma leitura indispensável em sua estante.


 
10 Considerações sobre Talvez Um Dia, de Colleen Hoover ou porque a música embala o amor 10 Considerações sobre Talvez Um Dia, de Colleen Hoover ou porque a música embala o amor Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, junho 26, 2016 Rating: 5

Um comentário

  1. Achei essa história linda e triste, um YA um pouco diferente dos que eu estou acostumada a ler. Pra ser honesta não curto muito romances melosos demais e Colleen tem me conquistado justamente pelo fato de ter algo além do romance em suas histórias. Ótimas considerações!

    www.flagimenes.com.br

    ResponderExcluir