10 Profissões mais em alta da literatura

Em tempos de crise ter um emprego é fundamental. Por isso, hoje o Listas Literárias elaborou uma lista com aquelas profissões que mais "bombam" na literatura, e ainda que subjetiva, traçamos nesta lista um perfil das principais profissões representadas na literatura, confira:

1 - Detetive: Dupin inaugurou na literatura esta profissão que não sofre com crise alguma pois há sempre espaço para novos detetives da literatura. De Holmes, Poirot ao brasileiro Bellini, há sempre crimes a ser investigado por detetives;

2 - Escritores: Olhem com certa atenção e veja que não raro autores precisam colocar escritores ficcionais como forma de justificarem seus romances ou então tratar de literatura no próprio romance, como no caso do recente Te Vendo Um Cachorro de Juan Pablo Villalobos;

3 - Professores: Essa é uma profissão que também possibilita uma diversidades de narrativas, professores sempre estão em ação na literatura. De Humbert Humbert a Robert Langdon que além de professor, banca o detetive usando seus conhecimentos acadêmicos;

4 - Jornalistas: Uma profissão recente mas sempre ligada às letras que também sempre teve espaço na literatura, de Mikail Blomkvist a Ford Prefect jornalistas sempre possibilitam narrativas interessantes;

5 - Peritos Criminais: Uma evolução dos detetives, a necessidade de qualificação de nossos investigadores levou a uma grande prolificidade de peritos forenses a estrelar narrativas policiais. De especialista em ossos a observadores de respingos de sangue, há sempre oferta de emprego nessa área;

6 - Magos: Independente do universo que você habite, na literatura a profissão de mago nunca está em baixa, realize você seus encantos em mundos paralelos ou na urbanidade de nosso dia a dia, portanto pegue sua varinha e recite palavras encantadas que nunca faltará serviço para você;

7 - Advogados: Se você tiver OAB sempre há espaço na literatura, que em grande parte também usam os advogados para encarnar a figura detetivesca dos romances policiais, especialmente entre os thrillers jurídicos;

8 - Executivos: Fenômeno muito recente, esta profissão ficou em alta com o "boom" dos romances eróticos ao estilo Christian Gray com executivos cheios da grana e vontades fazendo valer seu poder nas relações sexuais;

9 - Ricaços: Eu sei que isso não é profissão, mas desde o Século XIX personagens que vivem apenas de rendas possuem bastante espaço nas páginas literárias com a boa vida que a grana lhes permite;

10 - Astronautas: Antes mesmo das primeiras viagens espaciais esta profissão já atraia interesse na literatura, e a tendência é se ampliar ainda mais a participação dos astronautas na literatura.

E vocês, quais profissões mais veem na literatura?
10 Profissões mais em alta da literatura 10 Profissões mais em alta da literatura Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, novembro 02, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário