quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

,

10 Dicas para escritores que vendem seus livros pela internet

Hoje é possível afirmar que para aqueles que querem se tornar escritores, que não é difícil publicar. Há coisas bem mais complicadas, como a divulgação, a distribuição, e principalmente, as vendas, aliás, esta é uma rotina necessária aos que aceitam o desafio de inciar com pequenas tiragens. E muito destes escritores, optam pela venda pela internet, porém com muitas dúvidas de como comercializar seu livro. E justamente por isso nasceu a ideia deste post:

1 - Defina onde vender: Obviamente o autor deve procurar pelo maior número de local de vendas possível, no entanto haverá aquela venda direta do autor, daqueles exemplares que estão com ele, e é sobre isto que se trata este ponto, pois há duas formas interessantes, caso o escritor já seja um blogueiro constituído, uma das opções é em seu blog criar uma página exclusiva para o livro, como a de Morgan: O Único, ou então criar um blog exclusivo ou site de sua obra;  

2 - Defina como Vender: Isto pode parecer simples, mas deve ter atenção, pois como você pretende vender algo, tem de saber como vai cobrar e receber por sua venda. Muitos autores trabalham diretamente com depósito em conta bancária, o que também é uma boa alternativa, no entanto minha sugestão é que em seu local de venda, o autor utilize o sistema de pagamentos do pagseguro, que além de garantir um aspecto profissional a transação é garante a relação de segurança, tanto para o comprador, como ao vendedor, além de possibilitar que quem compre seus livro tenha várias formas de efetuar o pagamento. 

3 - Leitor : Cliente: Esse é um ponto crucial para o escritor que vende seu livro pela internet. É fundamental levar essa regra em conta, pois seu leitor, é também seu cliente, e assim é fundamental que além de o escritor manter a relação Escritor/leitor, é fundamental que através de seus livros vendidos de forma direta ele observe também as relação Comerciante/Cliente e todas as cominações que podem advir deste relacionamento;

4 - Torne a relação clara: Por isso é fundamental a maior transparência possível no local em que você disponibilizar seu livro à venda, indicando com clareza pontos essenciais, como preço, custos de frete, prazos, e cumprir rigorosamente com o que está anunciado.

5 - Cuidado com o preço: Sei que a ânsia de vender é grande, porém não é aconselhável o autor reduzir drasticamente o preço de capa em seu local de venda direta, afinal ele precisa buscar o maior número de postos de venda, e isso pode afastar possíveis parceiros. Minha sugestão é que ele realize promoções esporádicas, mas em grande parte to tempo mantenha o preço próximo ao estabelecido na capa. 

6 - O frete: Eis algo que atormenta muitos escritores, saber como calcular o frete. Por isso mais uma vez volto a insistir quanto ao Pagseguro pois em sua ferramenta de vendas é possível programar para que o sistema calcule de forma automática, ou simplesmente o vendedor pode pre-estabelecer o valor que cobrar pelo envio. Para tanto é fundamental saber o peso do produto, e também em caso de dúvidas é fácil calcular prazos e preços, bem como acompanhar seus envios por meio dos sites dos Correios;   

7 - Registro Módico e PAC: Muitos escritores se valem desta importante ferramenta que possibilita reduzir o custo de envio. Morgan: O único por exemplo é enviado para todo o país com frete de R$ 4,70. Mas é importante você solicitar isso no balcão da agência, pois de costume lhe cobrarão o registro de envio simples de carta. Porém se o seu livro passar de 500 Gramas, os correios o caracterizam como encomenda,  aí o jeito é mais econômico é o PAC, cuja valor é calculado automaticamente, caso você utilize o Pagseguro;

8 - Agilidade: Isto também é fundamental. Lembre-se da relação Comerciante/Cliente e o leitor que optou não vê a hora de ler sua compra, e goste você ou não, ele lhe comparará as demais lojas virtuais, e não terá receio algum em reclamar caso haja demora, ou atrasos. Então é fundamental você levar em conta os prazo mínimos e máximos com os quais os Correios de comprometem a entregar suas postagem. Os livros que envio, por exemplo com Registro Módico podem levar até 13 dias, mas em média, a encomenda chega entre 5 e 7 dias após a postagem. E aqui então outra dica, seja ágil também em seus próprios prazos, deixe bem definido em até quanto tempo postará a encomenda, após confirmado o pagamento. No meu caso por exemplo, esse prazo é de 24 horas, e garante uma boa agilidade e tempo ganho.  

9 - Gerencie e planeje: E para que tudo isto possa ser colocado em prática, é fundamental, não importa a quantidade de livros que venda, de que você gerencie e planeje todas esta atividade como se você uma segunda atividade profissional, de forma que você possa acompanhar e avaliar seus resultados;

10 - Divulgue: E não menos importante, definido como, onde e como vai entregar e enviar seu livros, é fundamental que você passe a divulgar como seus leitores podem comprar sua obra. Para isso torne as redes sociais aliadas, e caso você julgue importante, invista em publicidade nos canais que achar conveniente;

Reações:

3 comentários:

  1. Ola como colocar o livro a venda na livraria cultura?

    ResponderExcluir
  2. Muito legal esse post. Tenho ainda uma dúvida: preciso dar nota fiscal quando vendo um livro meu? Seja por pagseguro ou por depósito em conta.

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante seu texto. Ajudou muito.
    Grata Cláudia Miqueloti.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...