Header Ads

10 Maiores escritoras brasileiras de todos os tempos

Muito se discute o machismo em nossa literatura, especialmente em nosso cânone literário, habitado em grande parte por autores homens, embora as discussões acadêmicas recentes venham trazendo para ele mais e mais nomes femininos. Neste post, marcando o Dia Internacional da Mulher, selecionamos 10 das autoras mais importantes na nossa literatura. Confira:

1 -  Clarice Lispector: Provavelmente um dos nomes mais inquestionáveis da nossa literatura e cujas obras marcadas pela força da subjetividade tratam da experiência feminina em todos os seus desafios. Os trabalhos da autora têm atravessado gerações e marcam forte presenta nos debates acadêmicos. Dificilmente alguém que passar por algum curso de letras não discutirá sua obra, assim como nas melhores escolas que respeitam a literatura, é trabalhada fortemente no ensino médio;

2 - Rachel de Queiroz: A força do machismo levou que mesmo colegas seus de profissão levantassem suspeitas da autoria de O Quinze, seu maior clássico e que traz um dos romances mais ressequidos de nossa literatura e cujo deserto do espaço e das almas solapadas pela seca e pela retirância é certamente uma de nossas grandes obras primas da literatura brasileira;

3 - Maria Firmina dos Reis: A condição de ser mulher numa nação patriarcal e oligárquica como a nossa já é um grande desafio, ser uma mulher negra, então, os desafios são dobrados. Isso justifica o fato desta autora negra por muito tempo ter ficado presa em uma névoa de invisibilidade, entretanto, com as atenções acadêmicas voltada a ela e a sua obra, a autora de Úrsula, e tida como a primeira autora mulher do Brasil, tem ocupado lugar de destaque nas discussões e nos estudos literários;

4 -  Lygia Fagundes Telles: Por grande parte dos críticos é considerada a maior autora brasileira viva. Com quatro romances publicados e diversos livros de contos, como Seminário de Ratos, é neste gênero que a autora é certamente da mais notáveis. Sua obra de um suspense carregado de tensões e alegorias, Telles é uma mestra em causar impacto em seus leitores;

5 - Carolina Maria de Jesus: Uma das autoras mais emblemáticas de nossa literatura e que viu sua vida transformada por algum tempo quando foi publicado Quarto de Despejo - Diário de Uma Favelada, obra que quando de sua publicação foi um verdadeiro fenômeno editorial. Recentemente a academia tem produzido muitos estudos sobre a vida e obra da autora;

6 - Ana Maria Machado: Ainda que também tenha escrito muitos livros adultos, é sem dúvidas na literatura infantojuvenil o reinado absoluto de Ana Maria Machado. Suas obras para este público são verdadeiros clássicos e não raro nosso primeiro contato com a leitura pois mesmo nas escolas mais relapsas para com a literatura, em algum momento teremos contato com algum texto da autora;

7 - Sheyla Smanioto: Desesterro, vencedor de um prêmio Sesc, é sem dúvida alguma uma das principais obras da literatura brasileira. Nele resquícios de um naturalismo sempre presente na literatura brasileira de forma lírica e simbólica tratam de forma violenta a tragédia feminina nesta nação, e com isso, temos certamente uma das obras mais importantes para o feminismo nacional. Esse é um livro que não pode faltar em qualquer cabeceira e que longe de qualquer panfletarismo, é uma obra de resistência feminina num país em que elas precisam ser muito fortes;

8 - Elvira Vigna: Falecida recentemente, seu último livro foi Como se estivéssemos em palimpsestos de putas. Dentre as autoras contemporâneas recentes, é um dos nomes de maior destaque, tendo ao longo da carreira recebido os principais prêmios de literatura;

9 - Conceição Evaristo: Um dos nomes em maior evidência recentemente. Sua ausência na Academia Brasileira vem sendo questionada por muitos leitores e leitoras. Recentemente uma grande campanha foi realizada a seu favor. Também tem sido um dos nomes mais presentes em estudos acadêmicos, o que tem só reforçado sua importância para a literatura brasileira;

10 - Ana Paula Maia: Fechando a lista com outro nome contemporâneo. Maia é certamente uma das vozes mais diferentes de nossa literatura e nenhum outro escritor ou escritora do país tem conseguido tratar das bestialidades humanas como a autora. Seu projeto de literatura é um dos mais ambiciosos em nosso presente.

   


Nenhum comentário