Header Ads

10 Escritores que escreveram os roteiros da adaptação de seus próprios livros

No post de hoje selecionamos 10 escritores que também escreveram os roteiros para a adaptação de seus livros em filmes. Em alguns casos temos a rara dupla de sucesso, com obras marcantes nos dois formatos, em livros e em filmes memoráveis de grande sucesso. Confira:

1 - Michael Crichton: O autor foi o responsável por roteirizar o filme que se transformou num grande fenômeno e hoje uma rentável franquia. O curioso é que o autor inicialmente começara a escrever a ideia como roteiro, que foi abortada perante a dificuldade em se filmar projeto tão ambicioso. Aí reescreveu a ideia num romance vigoroso de ficção científica, e posteriormente, convidado por Spielberg, adaptou o romance em roteiro. O resultado permanece aí em nosso imaginário e fatos;

2 - Mario Puzo: Assim como Crichton, o autor tem trabalhos como roteirista, como, por exemplo, Superman: o filme. Entretanto, é a sua adaptação para seu romance, O Poderoso Chefão, certamente a obra mais lembrada e cultuada por público e crítica. Muitas vezes a adaptação até mesmo é capaz de eclipsar a existência do romance tamanha influência do filme no mundo das artes;

3 - Nick Hornby: Autor de Alta Fidelidade, Hornby também se aventurou pelos roteiros escrevendo o da adaptação britânica de sua obra de não-ficção, Febre de Bola;

4 - J. K. Rowling: Se em Harry Potter ela dava pitacos e sugestões aos roteiristas, para a franquia Animais fantásticos e onde habitam a autora decidiu ela mesma roteirizar a série de filmes;

5 - Gillian Flynn: Ao escrever o roteiro para adaptação do seu livro Garota Exemplar acabou proporcionando algo bastante interessante, pois além de outras premiações à obra, sua atuação no roteiro também foi bastante premiada o que a impulsionou a seguir roteirizando;

6 - Marçal Aquino: Trazendo um exemplo brasileiro, Aquino é reconhecido e renomado roteirista para o cinema e televisão, além de romancista, claro. E um de seus livros em que também assina o roteiro é O Invasor;

7 - Roald Dahl: Aqui um caso curioso. Autor de obras famosas como A Fantástica Fábrica de Chocolate, o autor também experimentou trabalhar com roteiros de filmes, com tentativas de adaptar Ian Fleming e seus próprios livros. No caso de A Fantástica Fábrica de Chocolate ele escreveu a primeira versão do roteiro que foi rejeitada, e cuja nova versão desencantou por demais o escritor;

8 - Stephen King: Você piscou e uma obra de King acaba de ser adaptada na televisão ou no cinema. Isso quando ele não bastasse escrever o livro também cuida pessoalmente do roteiro de adaptação da obra, caso de um de seus maiores sucessos no cult de horror, Cemitério Maldito, de 1989;

9 - Stephen Chbosky: Neste caso a centralização do trabalho foi ainda mais ampla, pois o autor de As vantagens de ser invisível não só cuidou do roteiro da adaptação, mas partiu também para a direção do filme;

10 - John Irving: O famoso escritor americano foi responsável pelo roteiro de Regras da Vida (1999), adaptação de seu livro The Cider House Rules de 1985.

Nenhum comentário