Header Ads

6 Livros para quem curte aventuras em miniatura

Um dos grandes sucessos dos anos 80 foi o filme Querida encolhi as crianças. A verdade é que aventuras em diferentes escalas sempre marcaram nosso imaginário, por isso neste post selecionamos 6 livros para quem curte uma aventura em miniatura, confira:

1 - As viagens de Gulliver, de Jonathan Swift: Escrito em 1726 o livro é certamente a primeira lembrança nossa quando pensamos em aventuras em miniatura, afinal, os habitantes de Lilliput com não mais que seus 15 centímetros de altura permanecem em nosso imaginário;

2 - Gerania, de Joshua Barnes: Mas antes mesmo da obra de Swift, em 1675 sociedades em miniatura eram tratadas em livros, como nesse caso de um povo que viveria em um lago nas  fronteiras distantes da Índia;

3 - Micrômegas, de Voltaire: Se nós fossemos visitados por criaturas gigantescas, acabaríamos sendo não mais que liliputianos perante Gulliver. E assim enxerga a humanidade o alienígena que observa os humanos como "insetos invisíveis";

4 - Um vento à porta, de Madeleine L'Engle: Adentrando ficções mais recentes, veremos que a miniaturização acaba sendo recurso interessante na literatura juvenil. No caso desta obra dos anos 60, Charles Wallace vai discutir novamente a questão da escala, adentrando o corpo humano ao ficar do tamanho de células. A ideia é mostrar que o corpo é tão imenso quanto o próprio universo;

5 - Infinity Drake, os filhos da Scarlatti, de John McNally: Divertida aventura que se faz uso de raios miniaturizantes [como no filme citado] deixando o protagonista com 9mm, ele e mais uma série de artefatos militares em tamanho menor, que serão usados para combater vespas mortais que podem acabar com o mundo;

6 - O reino secreto de Todd, de Louise Galveston: Quem na adolescência não esqueceu aquele pé de meia debaixo da cama? Pois então, no caso desse livro, o chulé e a meia fedorenta dão origem a toda uma civilização em miniatura;

3 comentários:

  1. E o clássico "O Incrível Homem que Encolheu" do grandioso Richard Matheson.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de como as pessoas fala desse personagem a história de que ele foi contado na lista literárias sobre o tamanho que Jonathan Swift tem que e 15cm isso faz a história crescer no meu conseito da história de como apresenta essa forma que eles nunca esquece do imaginário deles.

    ResponderExcluir
  3. Eu vou falar um pouco do que eu entendi do livro as viajem de gulliver
    Lemuel Gulliver era cirurgião em Londres. Diante do pouco movimento de pacientes em seu consultório o Dr. Gulliver decide aceitar o convite do Capitão Willian Prichard que seguia com seu navio rumo ao mar do Sul.
    Na travessia para as índias Orientais uma violenta tempestade afunda o navio. Após muito nadar Gulliver, guiado pelo vento e pela maré, chega à praia e, por estar muito cansado, adormece.
    Ao acordar tenta levantar-se e nota que seus braços e pernas estão amarrados. Ao ouvir um ruído confuso verifica que se trata de minúsculas criaturas humanas (pigmeus) do país de Liliput, que tentam atingi-lo com flechas. Por ordem do imperador de Liliput, Gulliver é levado à capital para então decidirem o que fazer com ele, visto que sua permanência naquele país traria muitos gastos em virtude do seu tamanho e sua morte causaria uma peste na metrópole e se arrastaria por todo o reino por causa do mau cheiro.

    ResponderExcluir