Header Ads

10 Razões porque a Ficção Científica pode ser o gênero literário desta década

O Blog Listas Literárias aproveita suas observações, leituras, análises, entre outros elementos, para no post de hoje tratar da Ficção Científica e por que ela pode se colocar como o gênero mais importante nesta segunda década de Século XXI. confira:

1 - Dizer que o mundo é um organismo em permanente movimentação [histórica e social] seria chover no molhado, contudo precisamos reconhecer que em alguns momentos tais movimentações são mais radicais que noutros. É o caso provável desta nossa época de tantas mudanças, tecnológicas, sociais, políticas, etc... Essas mudanças e o futuro cheio de incertezas levam a Yuval Noah Harari em seu 21 lições para o Século 21 considerar a Ficção Científica como o gênero mais importante da literatura. Concordamos com ele e vale a pena dar uma olhada nos seus argumentos;

2 - Qualquer leitor mais atento perceberá o aumento de reedições ou novas publicações no gênero, inclusive obras teóricas como A verdadeira história da ficção científica, de Adam Roberts. Uma das informações interessantes neste livro é mostrar como a Ficção Científica vem dominando a cultura de massa contemporânea, especialmente se analisarmos as maiores bilheterias do cinema. Quadrinhos, cinema e literatura de fato têm encontrado muito público;

3 - Mas não apenas popularidade tem dado intensa vida ao gênero, cada vez mais encontramos discussões acadêmicas e estudos acerca da Ficção Científica, e isto tem rompido velhos preconceitos para com o gênero, hoje reconhecida a relevância da relação de suas obras com as discussões de sociedade;

4 - Aliás, o livro de Adam Roberts é muito interessante e importante para que gosta do tema. Nele o autor relaciona o princípio da Ficção Científica com a Reforma e o "clima febril" daquela época. Para ele o gênero "expressa uma dialética particular determinada a princípio pela separação de visões de mundo protestante e católica". O curioso é que uma observação profunda do agora e as tentativas de retrocessos obscurantistas espalhadas pelo mundo trazem de volta alguns debates que para Roberts estão na gênese do gênero, algo que, inclusive, encontraremos em narrativas contemporâneas;

5 - O dito até agora reforça e mostra a capacidade da Ficção Científica como ferramenta de análise social, especialmente, o gênero mais capaz em discutir como as novas tecnologias interferem na sociedade, tanto eticamente quanto socialmente. Assim, com tantas mudanças, algumas radicais, tem sido a Ficção Científica gênero eficaz nestas discussões;

6 - Além disso, podemos dizer ainda que o presente momento é marcado pelo encontro "do real", do "onde chegamos" com as sociedades imaginadas ou pensadas pelas principais FCs do Século XX. Independentemente se alertas distópicos ou sonhos utópicos de uma sociedade melhor, muito do nosso presente foi analisado, debatido e pensado por FCs desde as primeiras décadas do Século XX e especialmente as obras dos anos 60, 70 e 80. Por isso temos vistos tantas reedições de nomes como Philip K. Dick, Orwell, William Gibson, etc... Encontraremos em muitos desses autores as melhores análises de um futuro que parece ter encontrado-se com o presente;

7 - Outro elemento característico da FC é o permanente embate entre forças reacionárias e as forças revolucionárias. Esta década tem sido marcada por esse debate, assim como já vimos em determinados momentos do Século XX, e a FC é capaz de abarcar a pluralidade de pensamentos;



8 - Do mesmo modo, se por um lado o futuro imaginado pela FC das décadas passadas encontrou-se com o presente, hoje vivemos uma verdadeira revolução tecnológica, talvez ainda mais agressiva do que representou no passado a Revolução Industrial. Isso tem dado mote a uma nova FC agora com a missão de pensar um novo futuro, um futuro em que o digital e "o real" [trato disso aqui] estão cada vez mais próximos. Isso tem estimulando uma nova onda de narrativas de FC;

9 - Portanto, estamos vendo como resultado de uma novo e febril momento do mundo a retomada da FC, nos cinemas, quadrinhos e livrarias, quando não tudo isso se mistura ou salta de uma plataforma para outra. Novos romances no gênero e reedições de importantes clássicos deverão marcar o final desta década no universo narrativo;

10 - E para finalizar, o presente contexto, veloz, ágil, bem mais violento que o próprio futurismo faz com que quase toda obra, mesmo as que não sejam propriamente FC, tenham um pouco de FC em suas construções.  


Nenhum comentário