Header Ads

10 Melhores galos e galinhas da literatura

Có. Có. Có.Có.Có...O post hoje está bom pra galinha, mais do que isso, esta cantando de galo nesta lista com dez marcantes momentos da literatura em que nossos galináceos desempenham importantes histórias ou cenas. Confira no Listas Literárias 10 melhores galos e galinhas da literatura:

1 - O Galo do Almeidinha: A figura depenada é uma das cenas antológicas do cinema brasileiro, a abertura de Cidade de Deus. Contudo, no romance de Paulo Lins a cena dá espaço para a fábula dentro do horror urbano e social que descreve, dando ao galo características humanas como a esperteza para fugir da panela. A cena no livro é tão boa quanto no cinema, ainda que sem o destaque do último;

2 - A Galinha Cabíri: Personagem célebre de A estória do ovo e da galinha, no livro Luuanda, a galinácea acaba possuindo certas relações com a comunidade do musseque (favelas angolanas) e desperta intenso debate acerca de sua propriedade e de seus ovos, possibilitando a partir disso um forte retrato das desigualdades sociais. Aliás, parece-nos haver forte presença de galináceos nas tramas centradas em comunidades periféricas ou empobrecidas;

3 - A Galinha dos Ovos de Ouro: Provavelmente a galinha mais famosa das fábulas e que como é comum às galinhas, tem um final trágico em sua função moralizante ao demonstrar que a ambição demasiada pode ser um poço perigoso;

4 - Galinha de Domingo: No conto Uma Galinha, de Clarice Lispector a bichinha está em fuga e livra-se de virar almoço ao por um belo ovo e abrir espaço para alegorias da autora acerca dos dramas femininos. O final da galinha, não poderia ser mais trágico, e a mensagem não menos impactante;

5 - Príncipe Galo: Em um dos contos de As Mil e Uma Noites, Princesa Brambilla as metamorfoses do herói príncipe são muitas, entre elas passando de lobo para um galo, narrativa que servirá a Todorov em seus estudos acerca da literatura fantástica;

6 - O Galo de Jia: O conto Princesa Jia está entre as preciosidades de nosso folclore recolhidas por Câmara Cascudo e cuja cena mais hilariante por certo é a então feia(princesa) tentando montar num galo como se monta um cavalo, no caso do galo, um cavalo bastante arisco;

7 - A Galinha Cega: Galináceos são bastante populares nos contos brasileiros, como podemos ver (talvez não à toa que um dos maiores sucessos populares recentes seja A Galinha Pintadinha), e mais um conto selecionado entre os 100 melhores do Século XX, Galinha Cega, de João Alphonsus traz uma galinha que acaba ficando cega e tendo um desfecho nada feliz, como em geral;

8 -  Billina: Os clássicos da juventude possuem também suas referências galináceas, no caso desta, pertencente ao mundo de Oz e companheira de Dorothy em vários livros Frank Baun;

9 - A Pequena Galinha Vermelha: Não, não trata-se de uma galinha comunista, mas faz parte do folclore russo, e, por sinal, trata de cooperação mas não ao extremo da galinha compartilhar com os outros bichos o fruto de seu trabalho solitário enquanto ninguém a auxiliou enquanto pedia;

10 - Galinhas desaparecidas: Em Não Verás País Nenhum não há galinhas, elas desaparecerem, como muitas coisas desaparecem, entretanto ainda que não existam mais, Souza ficará intrigado pela disputa de um improvável ovo.

Nenhum comentário