Header Ads

5 Publicações de Edições Sesc São Paulo finalistas do Jabuti

Quem acompanha cultura percebe que o Sesc São Paulo é bastante empenhado na área com eventos e também publicações. Há tempos queria falar sobre isso no blog, e aproveitando as 8 indicações indicações da instituição para as finais do Jabuti [além dos livros citados, concorrem Teatro Sesc Anchieta e Projeto BiblioSesc aproveito para falar das Edições Sesc São Paulo que segundo a instituição "Pautadas pelo conceito de educação permanente e acesso à cultura, as Edições Sesc São Paulo publicam livros em diversas áreas do conhecimento. Em diálogo com a programação do Sesc, a editora apresenta um catálogo variado, voltado à preservação e à difusão de conteúdos sobre os múltiplos aspectos da contemporaneidade. Além dos títulos impressos, as Edições Sesc vêm convertendo seu catálogo em e-books que podem ser adquiridos em lojas virtuais como Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Amazon, Google Play e Apple Store." Confira as 5 publicações do Sesc SP finalistas do Jabuti:

1 - Imaginai! O teatro de Gabriel Villela, de Dib Carneiro Neto e Rodrigo Audi: O livro apresenta a obra do diretor teatral Gabriel Villela, retratando toda a riqueza artística levada por ele aos palcos. Registros de todos os seus espetáculos, tanto os teatrais como shows e óperas, são apresentados com textos do próprio diretor;

2 -   Abismo de rosas: vida e obra de Canhoto, de Sérgio Stephan: Resgata a trajetória de Américo Jacomino, o “Canhoto” (1889-1928), uma das principais referências do violão instrumental brasileiro. Fruto de extensa pesquisa do historiador Sérgio Estephan, o livro faz em seu título uma referência à composição de maior sucesso de Canhoto, “Abismo de rosas” que, segundo o musicólogo e jornalista Zuza Homem de Mello, é considerada o “hino nacional do violão brasileiro”;

3 - Era o hotel Cambridge: arquitetura, cinema e educação, de Carla Caffé: Com o auxílio de 21 estudantes de arquitetura da Escola da Cidade, Carla trabalhou a composição da direção de arte do filme a partir das melhorias arquitetônicas que poderiam ser deixadas no edifício para as famílias que moram na ocupação Cambridge, no centro de São Paulo;

4 - Abecedário de personagens do folclore brasileiro, de Januária Cristina Alves e Ilustração de Cezar Berje: Este livro reúne 141 personagens significativas e recorrentes do nosso folclore, com um recorte que busca contemplar a diversidade de origens – indígena, africana, europeia e oriental – como elemento constituinte da cultura brasileira. São humanos, bichos e seres fantásticos, que convivem e se misturam nas histórias populares;

5 - Tudo é semente, de Rosely Nakagawa: A trajetória, o processo de criação e as obras do artista brasileiro Rubens Matuck são apresentados por meio de fotografias e de textos críticos escritos pelo professor Norval Baitello Junior e o jornalista Gilberto Dimenstein, entre outros;

Nenhum comentário