Header Ads

Confusão pra cachorro! 10 Considerações sobre Procurando Gobi, de Dion Leonard

O Blog Listas Literárias leu Procurando Gobi, de Dion Leonard, publicado pela editora Harper Collins; neste post as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o livro, confira:

1 - Procurando Gobi é uma divertida e peculiar narrativa pessoal contando destas incríveis histórias entre humanos e animais, no caso, um encontro improvável que acaba se tornando uma grande campanha de mobilização internacional envolvendo dezenas, centenas de pessoas numa história que chamou a atenção da imprensa;

2 - Trata-se do caso envolvendo o ultramaratonista Dion Leonard, australiano que mora na Escócia e uma simpática cadelinha vira-lata cujas trajetórias se cruzam numa competição em solo chinês, e cujo deserto será usado para o novo bastimo da cachorrinha, numa relação que vai da reticência humana inicial aos encontros e desencontros que se desenrolarão até o desfecho de toda a confusão a qual Dion terá de enfrentar;

3 - Todavia, ainda que focado na história envolvendo Gobi, o livro não deixa de ir além disso, ficando claro também haver nos relatos de Dion o encontro consigo mesmo, pois seus flashbacks temporais meio que abrem as portas para sua autorreflexão dos traumas e dramas que o próprio vivera desde a infância;

4 - Nesses instantes há certo pendor melancólico ao olhar para o retrovisor e Dion analisar sua própria história, as dificuldades familiares, a juventude complicada, rebelde e abandonada, de modo que muitas vezes essa ida ao passado parece buscar justificativas para o seu presente um tanto solitário e isolado (ainda que a companhia da esposa seja permanente);

5 - Esse passado, aliás, minimiza um pouco a concepção inicial que fazemos do narrador, uma tanto embrutecido no sentido de fechar-se ao mundo, ao mesmo tempo que mantém uma postura de intensa competitividade e que de certo modo o esporte de alto rendimento não deixa de ser uma fuga;

6 - Nesse sentido, então, a aparição da pequena Gobi terá na vida certo poder de luminosidade, pois a partir disso o próprio Dion passará a contrapor ou mesmo questionar algumas de suas convicções, pois ao encontrar e se render aos encantos da cachorrinha é como se se abrisse a uma epifania;

7 - Aliás, vale dizer que talvez seja uma virtude da narrativa que ao narrar uma trama real, não deixa de usar artifícios da narrativa ficcional, entre eles o fato de não haver tentativas de explicação racional para como se estabelece de forma tão peculiar "a paixão" entre os dois;

8 - Além disso, vale dizer que diferentemente de outras obras lidas da editora, nesta fica uma crítica a revisão, que entre algumas confusões pronominais, pequenas gralhas e certos lapsos estatísticos como a China com Um Milhão de Habitantes deixa mais visível alguns problemas;

9 - No restante, é uma obra curiosa e bastante agitada, especialmente quando nas partes finais acompanhamos não só o crescimento da repercussão do caso que permite que Dion leve da China a pequena Gobi, mas também as pequenas e grandes tensões envolvidas no processo e toda uma inesperada logística necessária para isso;

10 - Enfim, Procurando Gobi é uma divertida e interessante narrativa real que perante a grandiosidade dos problemas envolvidos, às vezes soam quase como uma ficção, o que não diz contra a obra, mas amplia suas possibilidades, além é claro de ser uma ótima trama para quem curte animais.



Nenhum comentário