Header Ads

10 Considerações sobre Cretino Abusado, ou porque tem bode na sala

O Blog Listas Literárias leu Cretino Abusado, de Penelope Ward e Vi Keeland publicado pela editora Essência; neste post as 10 considerações da Gi sobre o Livro, confira:

1 – Com muito humor e sensualidade, Cretino Abusado narra a história de Aubrey e Chance, numa trama marcada pela leveza e diversão, mas sem perder as características do erótico, sexo e paixão;

2 – A narrativa se dá pelo recomeço de Aubrey após a descoberta de uma traição e então decide começar tudo de novo, mudando-se para a Califórnia para trabalhar num startup. É na estrada que ela conhece o sedutor motoqueiro Chance, e a partir de unirem a viagem de ambos, além de se conhecerem melhor, dão início a não só uma história de paixão, mas também diversão;

3 - Aliás, é nessa viagem conjunta que os dois ao atropelarem um cabrito (Pixy) incluem na narrativa um grande coadjuvante que propiciará cenas hilárias e muita diversão durante a leitura porque o cabrito se torna uma personagem que passamos a adorar;

4 – Todavia, como bastante característico destes romances, embora a atração inicial, hhaverá entre os dois o peso dos dramas anteriores e a própria desconfiança, pois ela manterá certa desconfiança sobre ele, por ser um tanto fechado, e que inicialmente terão ainda de lidar com os caminhos distintos de ambos, uma coisa a mais para ferir Aubrey;

5 – Na verdade, como também característico nestas narrativas, pessoas com passados tomado por problemas e dramas parecem atraírem-se, caso de Chance, que possui uma vida com problemas aos quais não desejaria levar Aubrey, preferindo que ela seguisse para sua nova vida, contudo, a paixão geralmente não costuma combinar com as intenções da razão;

6 – Desta forma o livro divide a narrativa na voz dos dois protagonistas, primeiro ela, depois ele, de modo que a leitora acaba tendo acesso a ambas histórias podendo conpreender e conhecer um pouco mais de cada um deles;

7 – Nesse sentido, com leveza e simplicidade a narrativa permeada de muito humor nos coloca diante de Aubrey, uma jovem doce e inteligente que adora animais e que depois de algum sofrimento tem de lidar ainda com o complicado romance com Chance, pois ele, também marcado por traumas passados, estes até em níveis um tanto altos, sofrerá um bocado ao tentar fugir dos sentimentos por Audrey por não querer envolvê-la num mundo mais sombrio que é sua história;

8 – Assim, tempos portanto um romance que consegue envolver e descrever os diferentes pontos de vista do casal protagonista numa leitura que acaba se tornando apaixonante. Sem falar que também tem o Pixy;

9 – Ou seja, é u livro para além dos suspiros da paixão, permite-nos boas risadas, intercalando os momentos de “bad” com elevação do astral, intercalando desta forma o drama e o humor, fator fundamental para a leveza da obra;

10 – Enfim, este é um livro que mesmo com seus dramas e suas dores, nos envolve plenamente numa leitura ágil e fluída que nos cativa por seus personagens, por suas cenas, pela sensualidade, ou seja, é ótima diversão e leitura, principalmente para fãs do gênero.



Nenhum comentário