Header Ads

10 Livros de José Eduardo Agualusa para ter na estante

No post de hoje selecionamos 10 livros do escritor angolano José Eduardo Agualusa, hoje uma das vozes contemporâneas em língua portuguesa mais expressivas da literatura. Confira:

1 - O Vendedor de Passados: Félix Ventura escolheu um estranho ofício: vende passados falsos. Seus clientes, prósperos empresários, políticos, generais, enfim, a emergente burguesia angolana têm o futuro assegurado. Falta-lhes, porém, um bom passado. Félix fabrica-lhes uma genealogia de luxo... + na Saraiva

2 - A Sociedade dos Sonhadores Involuntários: Uma fábula política, satírica e divertida em torno dos sonhos, criada por um dos mais premiados autores lusos contemporâneos O jornalista Daniel Benchimol sonha com pessoas que não conhece. Moira Fernandes, artista plástica moçambicana radicada na Cidade do Cabo, encena e fotografa os próprios sonhos. Hélio de Castro, neurocientista brasileiro, desenvolveu uma máquina capaz de filmar os sonhos de outras pessoas. Hossi Kaley, hoteleiro, com um passado obscuro e violento, tem com os sonhos uma relação muito diversa e ainda mais misteriosa: ele pode caminhar pelos sonhos alheios... + na Saraiva

3 - Estação das Chuvas: Luanda, 1992, recomeço da guerra civil angolana. Historiadora e poeta, Lídia do Carmo Ferreira desaparece misteriosamente.É mais um fato que atesta o presságio de Vavó Fina ( A vida vai-te comer') sobre o destino de Lídia... + na Saraiva

4 - A Rainha Ginga: Este romance histórico narra a incrível e verdadeira história de dona Ana de Souza (1583-1663). Senhora de um reino poderoso nos vastos sertões da costa ocidental da África, dizimado e reconstruído vezes seguidas, ela exerceu seu poder com inteligência e originalidade... + na Saraiva

5 - Barroco Tropical: A ação se passa em Luanda no ano de 2020 e é narrada alternadamente pelo escritor Bartolomeu Falcato e pela cantora Kianda, sua amante. Os dois testemunham juntos um fato insólito, a queda de uma mulher - literalmente - do céu... + na Saraiva

6 - A Conjura: Em seis capítulos, a obra narra as histórias dos habitantes da velha cidade de São Paulo da Assunção de Luanda, entre os anos de 1880 e 1911. Em um contexto marcado por transformações, essa colônia portuguesa era o destino de degredados, ladrões e assassinos da pior espécie... + na Saraiva

7 - A Vida no Céu: Após o Dilúvio causado pelo aquecimento global os sobreviventes construíram sociedades flutuantes. Entre as maiores cidades estão os dirigíveis São Paulo, Tóquio e Nova York. As cidades menores e mais pobres se organizaram em balões, formando aldeias. Quem nos conduz na história é Carlos, um adolescente angolano de 16 anos. Ele vive em Luanda, um conjunto de balsas que escolheu como negócio os livros, tornando-se uma aldeia biblioteca. Sua mãe é a bibliotecária-chefe da aldeia... + na Saraiva

8 - Um Estranho em Goa: Mistura a literatura de viagens com uma aventura exótica, numa espécie de mistério que o autor não deslinda mas que lhe serve de ponto de apoio para mover personagens que enlaçam a Índia e a África com Portugal e o Brasil. Goa e Luanda, Lisboa e o Rio de Janeiro... + na Saraiva

9 - As Mulheres de Meu Pai: Uma narrativa feita em dois planos, alternando e inter-relacionando realidade e ficção. O autor cruza o relato de sua própria viagem com a da personagem Laurentina Manso, diretora de cinema e documentarista que atravessa a África Austral para tentar reconstituir a vida do pai, Faustino Manso, famoso músico angolano que deixou sete viúvas e 18 filhos espalhados pelos diversos países do continente... + na Saraiva

10 - Milagrário Pessoal: Iara é uma jovem linguista portuguesa. Seu trabalho é recolher as palavras novas que chegam à língua todos os dias e dicionarizar aquelas que de fato configuram neologismos. Uma tarefa nem sempre gratificante: na maior parte das vezes, os neologismos são palavras de pouco interesse, em geral oriundas do inglês. Um dia, porém, Iara faz uma incrível descoberta: alguém, ou alguma coisa, está subvertendo a língua portuguesa, a nível global, de forma insidiosa, porém avassaladora e irremediável... + na Saraiva

Nenhum comentário