Header Ads

10 Grandes escritores que morreram pobres

Esqueça a vida de James Patterson ou Paulo Coelho, viver de grana - e grana preta - da literatura é para... Bem, é para. Em muitos casos, hoje autores celebrados e que enchem as burras de diversas editoras, na verdade morreram na pobreza, sem grana e ainda em muitos casos sem reconhecimento. Portanto, se você não se transformou no "popwriter", quem sabe não vira um grande clássico?

1 - Edgar Allan Poe: Celebrado entre leitores e críticos hoje, e mesmo à sua época o autor circulava bem, sendo tanto autor como editor. Entretanto, com uma vida envolta por problemas pessoais, muitos desses problemas com a bebida, quando de sua morte estava completamente pobre;

2 - Lima Barreto: O escritor brasileiro nos últimos anos vem sendo resgatado por críticos literários diante a atualidade de sua obra. Também com problemas com bebidas, internações em sanatórios e dívidas familiares, morreu pobre e sem o reconhecimento devido;

3 - Oscar Wilde:  O escritor, diferente de muitos, conseguiu ser reconhecido em vida e também faturar algum cascalho com suas palavras, sua pobreza, contudo, ao final da vida deu-se justamente pelo seu estilo gastando tudo que sabia;

4 - Carolina Maria de Jesus: A autora que agora tem sido cada vez mais discutida nas faculdades do país, embora sua obra "Quarto de Despejo" tenha vendido 80 mil exemplares e tenha sido traduzida para 13 idiomas, ela que nascera pobre, morreu pobre e isolada em 1977;

5 - Roberto Bolaño: Um dos falecidos ais recente da lista, morto em julho de 2003 esperando por um transplante, morreu na pobreza desejando que seu livro de 1999, e hoje grande sucesso, 2666 pudesse sustentar a esposa e os filhos;

6 - H. P. Lovecraft: Pelo jeito a pobreza é um ótimo combustível para histórias de terror. Lovecraft viveu uma vida sem grana, e chegou ao fim dela também na pior;

7 - Herman Melville: Mesmo com o sucesso de Moby Dick que fez dele uma dos maiores escritores de todos os tempos, ao final da vida, cheio de dificuldades financeiras e com sua obra esgotada, morreu na pobreza;

8 - Jack Kerouac: Embora On The Road tenha feito sucesso, e mesmo ele sendo prolífico, o autor morreu aos quarenta e sete anos e sem grana;

9 - O. Henry: Conhecido e renomado contista também faleceu na pobreza e tendo tido problemas com alcoolismo;

10 - Joseph Roth: Escritor e jornalista americano teria morrido tão pobre que estava em estado de mendicância.


Nenhum comentário