quarta-feira, 26 de julho de 2017

, ,

10 Grandes destruições de bibliotecas ao longo da história

Para um leitor, para amantes do conhecimento e dos livros, bibliotecas são lugares mais preciosos do que muitas outras coisas; por isso quando algo acontece com alguma delas, fica sempre aquela sensação triste, muito triste. Selecionamos 10 bibliotecas destruídas ao longo da história:

1 - Biblioteca de Alexandria: Há toda uma discussão e divergências quanto a motivação e mesmo a forma de sua destruição, todavia, popularmente o fato é apontado para o ano de 642.

2 - Biblioteca de Nalanda: Em 1193 invasores turcos destruíram a biblioteca, até então com um importante acervo da ideologia budista.

3. Biblioteca Imperial de Constantinopla: Destruída pelos quartos cavaleiros cruzado em 1.204.

4. Real Biblioteca de Portugal: Mais de 70.000 volumes foram perdidos com a destruição da biblioteca no terremoto de 1.755 que destruiu Lisboa.

5. Biblioteca Pública Poli-Khomri: 55.000 livros da biblioteca afegã foram destruídos por talibãs em 1998.

6. Biblioteca do Congresso: Uma das principais bibliotecas dos Estados Unidos, em 1851, sofreu com um incêndio que queimou 35.000 livros.

7. Biblioteca Central de Birmingham: Em 1.879 um incêndio consumiu praticamente todo o acervo da biblioteca poupando cerca de 1.000 dos 50.000 volumes;

8. Biblioteca Załuski: Em 1944, como toda Varsóvia, a biblioteca ardeu em chamas com a destruição provocada pelos nazistas.

9. Bibliotecas da Universidade de Mosul e Privadas: Recentemente com o conflito no Iraque, o Estado Islâmico queimou milhares de livros e destruiu bibliotecas como parte de suas ações.

10. O Grande Terremoto e Maremoto: Em 2004 um terremoto no Oceano Índico que provocou as tsunamis, além de ceifar centenas de milhares de vidas, destruiu diversas bibliotecas em diferentes países, Indonésia, Malásia, Maldivas, Tailândia e Sri Lanka. 
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...