10 Escritores suspeitos ou confessos espiões

Quantas vezes vocês não se perguntaram "de onde o escritor tirou esta ideia?", especialmente nos romances de espionagem, que sempre levantaram certas dúvidas. Pois bem, hoje elaboramos uma lista com 10 escritores, espiões confessos ou suspeitos de espionagem, confira:

1 - John Le Carré: Um dos mais celebrados escritores do gênero entre 1950 e 1963 chegou a trabalhar para duas agências britânicas, o MI5 e o MI6. Entre as tarefas que cumpria estava inclusive interrogatórios;

2 - Frederick Forsyth: Outro autor do gênero que atuou como espião. Em sua autobiografia o autor confessa ter trabalhado para o M16 na questão Biafra durante a luta pela independência da Nigéria. O espião, no caso, escrevia relatos do conflito enviados para a agência;

3 - Ernest Hemingway: Um dos autores mais celebrados da literatura mundial vivia sob constante vigilância do FBI, segundo algumas fontes até interrogado com tratamento de choque. Mas a revelação de que o autor era um espião soviético deu-se apenas num livro acerca da espionagem da KGB na América;

4 - Ian Fleming: Criador do espião mais famoso dos livros e do cinema, o autor teria também prestado serviços de espionagem à agências britânicas pouco antes de eclodir a Segunda Guerra Mundial;

5 - Josué Guimarães: Ainda que se refute a afirmação de que o escritor gaúcho fosse um espião da KGB, segundo um jornal português essa seria a realidade sendo que o autor teria o codinome "Gosha";


6 - Graham Greene: Segundo o autor de Nosso Homem em Havana o serviço secreto era a melhor agência de viagens do mundo, em mais um exemplo de autores apreciados pelo MI6 à serviço de Vossa Majestade;

7 - Valerie Plame: Espiã da CIA, após ser descoberta por escândalos a ex-agente adentrou para a literatura, primeiro escrevendo sua história, depois para a ficção trabalhando em parceria com Sarah Lovett;

8 - Dashiell Hammett: O escritor americano criador do agente X-9 é outro nome sempre presente nas listas de autores do tipo James Bond;

9 - Jason Matthews: Autor do recente Roleta Russa o cara trabalhou nada menos que 33 anos como espião do Governo Americano para agora seguir o caminho doutros autores na literatura;

10 - Roal Dahl: Para encerrar, mais um contratado do MI6, o autor de A Fantástica Fábrica de Chocolate é mais um, e talvez inesperado, escritor que também atuou com espionagem;


10 Escritores suspeitos ou confessos espiões 10 Escritores suspeitos ou confessos espiões Reviewed by Douglas Eralldo on quinta-feira, dezembro 01, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário