Header Ads

10 Considerações sobre Novembro, 9, de Colleen Hoover ou por que não esquecer sua agenda

O Blog Listas Literárias leu Novembro, 9, de Colleen Hoover publicado pela Galera Record; neste post as 10 considerações da Gi sobre livro, confira:

1 - Recheado conflitos familiares e dramas internos de seus personagens, Novembro, 9 nos trás uma dinâmica história marcada pelo calendário em que dois jovens encontram-se uma vez por ano sempre nos dias 9 de novembro numa jornada de descoberta por quanto tempo deve resistir e persistir o amor;

2 - De um lado temos Fallon uma garota que busca recomeçar a vida em Nova York depois de ter vindo de uma Los Angeles onde enfrentara o incêndio na casa do pai e a recente descoberta de Ben, um jovem escritor a quem conhece num dia 9 de novembro;

3 - Justamente por possuírem vidas distintas e chegada de um na vida do outro inicialmente restringe-se ao ótimo dia 9 o qual passam juntos e desde já percebem existir uma química muito forte entre eles. Contudo ambos seguem seus caminhos, mas com o compromisso de todo dia 9/11 reencontrarem-se algum lugar, estabelecendo que os 23 anos de ambos seriam a data na qual decidiriam o que fazer com o sentimento surgido;

4 - Assim, numa narrativa compartilhada por ambos pontos de vista, podemos acompanhar os dois protagonistas em suas jornadas distintas e tudo isso com uma escrita simples capaz de nos envolver e expressar os sentimentos dos dois;

5 - Além disso é curioso acompanhar a narrativa de cada um visto que ao longo de cada ano eles não procuram descobrir nada sobre o outro ao mesmo tempo que não estão presos a qualquer compromisso, criando uma proposta interessante ao estabelecer que a relação dos dois ao longo da experiência deverá persistir diante a liberdade que ambos tiveram até a decisão final;

6 - Entretanto não quer dizer que eles não carreguem lá suas cicatrizes, e que mesmo encontrando-se um único dia por ano, são capazes de se fortalecerem juntos aumentando o sentimento recíproco, mas é claro não sem deixar de ter seus desencontros no meio dessa jornada;

7 - Com isso, a leitora é colocada diante uma série de questões que transpassam pelos personagens como as relações familiares, no caso de Fallon bastante complicada, e no caso de Ben a presença da culpa, pois o rapaz não consegue lidar muito bem com a perda da mãe;

8 - Desse modo temos então um romance que nos trás essa mensagem positiva da necessidade de seguir em frente, de se superar perdas, decepções e mesmo as paixões. Como resultado final estamos diante uma leitura sentimental que mexe conosco do princípio ao fim nos levando dos risos às lágrimas;

9 - E se tivéssemos de apontar alguma coisa incômoda na leitura talvez fosse a escassez de tempo o qual os protagonistas interagem, pois a bela relação deles quem sabe merecesse mais tempo, porém certamente a peculiaridade de seus encontros tem papel fundamental no fortalecimento do vínculo entre eles;

10 - Enfim, este é um livro que nos leva a torcer pelos personagens e que só reforça o talento da autor em contar belas e interessantes histórias de amor, o que ao final de tudo envolve-nos completamente brincando com nossos sentimentos a cada página do livro. Uma ótima leitura.



Nenhum comentário