quarta-feira, 23 de novembro de 2016

10 Melhores narradores da literatura

Ainda impactados com o belíssimo narrador de Enclausurado, de Ian McEwan, aproveitamos para elaborar esta lista com os melhores narradores da literatura. Obviamente esta é uma lista bem flexível e varia de acordo de leitor para leitor, mas a nossa esta aí (nesta lista estão apenas narrativas em 1ª pessoa):

1 - Brás Cubas: O defunto-autor de Machado de Assis certamente é uma das grandes contribuições do Brasil para a literatura, pois seu caráter inovador em termos de narrativa é estudado e pesquisado até hoje tornando o personagem, ainda que defunto, palpável e real para muita gente;

2 - Dr. Watson: Com certeza grande parte do mito no qual tornou-se Sherlock Holmes deve-se à habilidade e admiração com que esse "caro Doutor" descreve as aventuras do detetive mais famoso da literatura;

3 - O Feto: Como dito, o recente romance de McEwan vai na direção oposta de Machado e nos brinda com um feto-narrador que de dentro do útero da mãe narra uma trama shakespeariana e analisa o mundo com muita sagacidade;

4 -  Cal: Narrador de Middlesex é puro lirismo e literalidade ao reconstruir a sua própria história e da família num romance bastante denso e narrativa primorosa acerca da sexualidade e dos conflitos;

5 - Nunca o nome da menina: No romance brasileiro Nunca o Nome do Menino a narração fica por conta da protagonista que descobre-se personagem construindo uma teia meta-literária que certamente nos brinda com um dos melhores finais de romances da literatura brasileira;

6 - A.:  Despretensioso, é a peculiaridade de acordar todo dia num novo corpo que vai tornando o narrador de Todo Dia um personagem grande, especialmente pela sensibilidade com que é capaz de discutir, por exemplo, questões de identidade de gênero;

7 - O Pirotécnico Zacarias: Incluamos aqui um narrador dos contos, e mais um morto, cuja existência na obra de Murilo Rubião está a frente de seu tempo, além de em poucas páginas deixar uma série de elementos no ar num textos de tantas camadas quanto uma cebola;

8 - Mary: Eis uma narradora interessante a se observar pela progressão, pois em A Cor do Leite a voz da personagem vai mudando conforme ele cresce, tanto em idade quanto maturidade, o que linguisticamente é interessante para a composição da personagem;

9 -  Rob Fleming: O narrador de Alta Fidelidade pode irritar muito leitor, ou especialmente leitoras porque o cara é meio porco. Contudo essa característica questionável no campo do comportamento é justamente a qualidade literária que torna-o tão complexo e cheio de camadas;

10 - Mark Watney: Talvez o nome a ser questionado na lista, mas sério, narrar o seu isolamento em  Marte quando tudo aponta para dar merda não é fácil não, mas esse astronauta Perdido em Marte literalmente nos gruda na leitura, além de nos arrancar muitas risadas.
Reações:

Um comentário:

  1. Olá :) Enviamos um convite para o teu email.
    Contamos contigo? :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...