segunda-feira, 28 de setembro de 2015

, ,

10 Considerações sobre Cinco Dias, de Julie Lawson Timmer ou porque você vai chorar litros de lágrimas

Tem Resenha da Patroa hoje no Listas Literárias; confira as 10 considerações da Gi sobre Cinco Dias, de Julie Lawson Timmer publicado pela editora Novo Conceito, confira:

1 - Cinco Dias vai deixar os sentimentos de quem o lê à flor da pele diante os dramáticos dilemas com os quais sua protagonista Mara Nichols terá de lidar, e sem dúvida alguma vai te levar às lágrimas, muitas vezes compulsivas, inclusive;

2 - Embora o livro se proponha a apresentar duas histórias distintas que se interligam minimamente (Mara e Scott), o romance é basicamente sobre Mara que acaba centralizar as principais ações dramáticas da obra concentrando a atenção da leitora para este ponto de vista;

3 - Inclusive a relação de amizade entre os dois é bem mais superficial do que a obra promete em seus textos de orelha e contracapa, o que de certa forma parece ser um tanto desnecessário acompanharmos o ponto de vista de Scott ampliando sua participação na narrativa;

4 - No entanto, talvez esta ampliação da participação do ponto de vista de Scott se justifique (ou tem a pretensão) de suavizar a leitura do livro em seu todo, pois quando a narrativa acompanha Scott é o momento que temos para dar uma respirada, suavizando toda a carga dramática que compõe os capítulos dedicados a acompanhar Mara;

5 - É que nos impacta sobremaneira acompanharmos Mara com sua doença degenerativa tão violenta que a ação da doença sobre ela e suas difíceis escolhas que se apresentam nos é totalmente perturbadora;

6 - A partir disso, tais escolhas da personagem se enveredam por um debate complexo e polêmico problematizado através da certeza de que em pouco tempo se estará num estado vegetativo sem qualquer controle do corpo e consciência. Essa perspectiva sombria do destino de Mara abre espaço para se falar sobre a difícil escolher entre se retirar da vida, ou aceitar viver como um vegetal;

7 - E neste processo, o avanço da doença vai levando Mara à total degradação humana de seus sentidos, e que para além do seu próprio problema, o impacto de sua condição diante dos outros também é extremamente perturbador como os outros observam-na. Com isso Mara vive um verdadeiro inferno tendo de lidar com sua situação e também com o preconceito dos outros, e esse sofrimento acaba nos convencendo, ou no mínimo ajudando-nas a compreender a escolha final de Mara;

8 - E tudo se torna mais pesado porque ela precisa enfrentar tudo isso sozinha, sem poder compartilhar seu drama com ninguém mais que senão nós leitoras;

9 - Além disso, ao abordar a doença de Huntington, o livro acaba colocando em pauta um tema provavelmente pouco conhecido, mas de um potencial devastador, e principalmente assombroso por sua falta de cura;

10 - Enfim, Cinco Dias é uma leitura que vai te fazer chorar do princípio ao fim através de uma narrativa intensa e dramática que nos faz refletir uma série de coisas sobre a vida e também a morte por meio da triste história de Mara Nichols com sua difícil escolha, e acima de tudo, seu grande sofrimento. Em suma, esse livro mexerá com teus sentimentos e te faz pensar.



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...