10 Considerações sobre Sangue Mágico, de Ilona Andrews ou porque as ruas estão cheias de magia...

O Blog Listas Literárias leu Sangue Mágico, de Ilona Andrews publicado pela editora Saída de Emergência. Neste post as 10 considerações sobre o livro:

1 - Sangue Mágico é uma fantasia urbana que cria um universo próprio em que criaturas fantásticas convivem com os humanos e a magia está tão presente na sociedade quanto à tecnologia criando desta forma uma literatura que mescla as distopias e a narrativa fantástica;

2 - Protagonizada por Kate Daniels este primeiro livro da série apresenta uma trama em que o equilíbrio de convivência entre diferentes criaturas como os metamorfos e os vampiros está em risco graças a uma série de assassinatos, inclusive o de Greg, amigo de Kate, cuja morte impulsiona-a a investigar os acontecimentos;

3 - Neste ponto o livro passa a aliar à sua narrativa fantástica e distópica outro elemento literário que é a presença dos elementos de um thriller e dos romances de detetives, já que a mercenária Kate é uma investigadora neste universo cheio de fantasia;

4 -  Portanto, Sangue Mágico parece confluir para esta mistura de gêneros e mitologias incorporando em seu universo uma série de referências e estilos que acabam por causa desta mescla, corajosa inclusive, estabelecer algo novo e diferente;















5 - De toda forma, o livro propõe um debate que parece não aprofundar-se, mas que está aí, que é a possibilidade ou não da convivência ou presença da magia e da fantasia nesta nossa sociedade urbana e tecnológica. Sangue Mágico está aí para dizer que sim, mas certamente caberá a leitores e ainda outros trabalhos ratificar ou não tal possibilidade;

7 - Com uma ambientação onírica, noturna e sombria, o livro tem nesse ambiente um dos grandes motivadores da tensão presente na obra, que é rica em descrições, mas também não deixa a desejar no que diz respeito a ação;

8 - No entanto, parece-me que essa confluência de vários elementos pode causar certo estranhamento ao leitor que não está muito acostumado a ver tais elementos dividindo o mesmo espaço, mas no entanto é óbvio que este é o grande objetivo deste trabalho;

9 - Além disso, vale destacar que o livro é visualmente impactante e embora parece literatura infanto-juvenil é um trabalho para um público crescido já que não dosa em violência, tensão sexual, bem como aborda temáticas espinhosas como canibalismo, necrofilia e zoofilia...

10 - Enfim, Sangue Mágico vai além de sua aparência jovial e descompromissada. É uma publicação que carrega em si, determinadas propostas, e coloca a magia num universo urbano habitado por diferentes criaturas como vampiros, metamorfos e magos que dividem o espaço com a raça humana. É um livro para ser conhecido, cujos impactos ainda estão por se conhecer.

:: + na Saraiva ::


10 Considerações sobre Sangue Mágico, de Ilona Andrews ou porque as ruas estão cheias de magia... 10 Considerações sobre Sangue Mágico, de Ilona Andrews ou porque as ruas estão cheias de magia... Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, março 29, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário