10 Autores estrangeiros da nova geração de Literatura Fantástica

Mais uma ótima colaboração do amigo Christopher Kastensmidt no Listas Literárias compartilhando seu vasto conhecimento de literatura fantástica no mundo, confira:

***

Preparei esta lista de dez jovens autores estrangeiros cujas obras estão fazendo grande sucesso no exterior, porém ainda não chegaram às terras tupiniquins. Nenhum autor nesta lista tem mais de 42 anos, e de todos eles, apenas um tem um conto publicado em português. Não obstante, quem lê inglês pode aproveitar as obras deles que chegaram a ser publicadas nas grandes revistas online de acesso livre.

1 - Ken Liu: Publicou poucas histórias antes de 2011, quando ele chegou ao mundo literário como um furacão. Naquele ano, ele publicou 23 contos e venceu os prêmios Hugo e Nebula para “The Man Who Ended History: A Documentary” e os prêmios Hugo, Nebula, World Fantasy e Locus (a primeira vez na história que um conto venceu todos) para “The Paper Menagerie”. Seu primeiro romance, uma fantasia chamada The Grace of Kings, vai sair este ano. Recomendo: The Paper Menagerie 

2 - Rachel Swirsky: É dona de dois Prêmios Nebula e uma profusão de outras indicações. Ao contrário dos outros autores nesta lista, ela não mostra sinais de querer publicar romances; toda a sua produção é de ficção curta. Ela também é conhecida por seu trabalho como editora. Recomendo: The Lady Who Picked Red Flowers Beneath the Queen’s Window

3 - Aliette de Bodard: Autora francesa, já ganhou dois Prêmios Nebula, um Prêmio da Associação Britânica de Ficção Científica, um Prêmio Locus e foi finalista de outra meia dúzia de prêmios. Ela já publicou histórias suficientes para preencher uma biblioteca, mas ainda não chegou a ser publicada no Brasil. Ela é mais conhecida por suas histórias alternativas e fantasias astecas (na série Obsidian and Blood). Ela vai lançar um novo romance este ano, The House of Shattered Wings, ambientado em uma Paris em ruinas dominada por anjos caídos. Recomendo: Immersion

4 - Paolo Bacigalupi: O romance de estreia do Paolo, The Windup Girl, apesar de ser publicado por uma editora de médio porte, conseguiu vencer os prêmios Hugo, Nebula e John W. Campbell Memorial e sair na lista da revista Time Magazine como um dos melhores dez livros do ano, um feito raro para livros de ficção científica. Seu livro Ship Breaker venceu o prêmio Micheal L. Printz para melhor livro infanto-juvenil do ano, e foi finalista do National Book Award, um dos prêmios literários mais prestigiosos dos EUA. Recomendo: The Gambler

5 - Vylar Kaftan: Já recebeu um Prêmio Nebula e indicações para os prêmios Theodore Sturgeon e Sidewise. Ela ainda não publicou nenhum romance, mas a sua produção literária passa desde fantasia à FC a mainstream. Recomendo: I’m Alive, I Love You, I’ll See You in Reno 

6 - Thomas Olde Heuvelt: É um escritor holandês cujas obras concorreram até o Prêmio Hugo, um feito nunca antes alcançado por um autor do seu país. Ele já publicou cinco romances, e seu último, Hex, está chamando atenção internacional. Ele vendeu os direitos de publicação deste livro de terror para vários países e os diretos audiovisuais para Warner Bros. Recomendo: The Boy Who Cast No Shadow 

7 - Alaya Dawn Johnson: Publicou quatro romances adultos (dois de vampiros e dois de magia elementar) antes de publicar The Summer Prince, um livro infanto-juvenil ambientado em um Brasil futurístico dominado por uma sociedade matriarcal. Este livro entrou nas indicações dos prêmios National Book, Junior Library Guild e André Norton, e Alaya cita os autores nacionais Cristina Lasaitis e Fábio Fernandes entre os revisores do livro. Ela também recebeu uma indicação para o Nebula ano passado para sua ficção curta. Recomendo: They Shall Salt the Earth with Seeds of Grass

8 - Saladin Ahmed: Levou um prêmio Locus e recebeu indicações para os prêmios Nebula, Hugo e John W. Campbell. Ele obteve maior sucesso para histórias ambientadas no seu mundo The Crescent Moon Kingdoms, uma versão árabe do gênero espada e feitiçaria. Ele é o único autor desta lista com um conto publicado em português, “Onde Mora a Virtude” no livro Crônicas de Espada e Magia (editoras Arte e Letra e Argonautas, org. Cezar Alcázar). Recomendo: Hooves and the Hovel of Abdel Jameela


9 - N. K. Jemisin: O primeiro romance da N. K., The Hundred Thousand Kingdoms, foi finalista dos prêmios Hugo, Nebula, World Fantasy, Crawford, Gemmell e James Tiptree Jr, e venceu os prêmios Locus e Romantic Times. Neste livro, deuses vivem entre mortais e uma única família controla o mundo. Recomendo: Non-Zero Probabilities 


10 - Mira Grant/Seanan McGuire: Esta autora altamente talentosa conseguiu, com apenas 35 anos, ser a primeira pessoa a receber cinco indicações pelo Prêmio Hugo no mesmo ano (2013). Ela produz uma quantidade impressionante de livros, contos, podcasts e até música (do tipo “filk”). Recomendo: In Sea-Salt Tears
10 Autores estrangeiros da nova geração de Literatura Fantástica 10 Autores estrangeiros da nova geração de Literatura Fantástica Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, março 18, 2015 Rating: 5

Um comentário

  1. Olá, parabéns pela lista. Vários autores que curto muito estão nela. Chamo a atenção para o fato de que Aliette de Bodard foi publicada em português pela revista de literatura fantástica e artes Hyperpulp, na edição número 3 (www.hyperpulp.com). A mesma revista tem publicado a estreia no Brasil de vários autores estrangeiros importantes, como Tobias Buckell, Cat Rambo e Liam Sharp. Alguns da sua lista estão agendados para as próximas edições, que sairão a partir do meio do ano. Dê uma olhada, acho que você vai curtir. A revista sai esporadicamente, mas sempre tentamos ter muito cuidado em termos editoriais e estéticos.

    ResponderExcluir