10 Considerações sobre Minha Vez de Brilhar, ou porque lagostas gostam de Coca-Cola

O Blog Listas Literárias leu Minha Vez de Brilhar, de Erin E. Moulton, publicado pelo selo Irado da Editora Novo Conceito. Neste post as 10 considerações sobre o livro:

1 - Minha Vez de Brilhar, de Erin E. Moulton é um livro que cumpre ao que se propõe, e assim propicia aos seus leitores uma leitura divertida e cheia de frescor;

2 - Através da narrativa da jovem e carismática Indie o leitor é conduzido a um período de transformações e afirmações através da aventura da menina que luta pela aceitação da irmã mais velha ao mesmo tempo em que percebe os perigos de tentar aparentar algo que não é;

3 - Ou seja, o livro traz ao longo de sua trama questões presentes da adolescência, especialmente do período de transição entre criança e adolescente quando algumas coisas vão ficando de lado enquanto novas atitudes vão sendo tomadas demonstrando o amadurecimento que ocorre neste período;

4 - E para conduzir estas mudanças Erin tece um enredo cheio de aventura e acontecimentos que mesclam drama e humor na dosagem exata para que o leitor encante-se pela história;

5 - Assim, mesmo que tenhamos personagens com pequenas doses de clichê isso tem menor peso enquanto acompanhamos a luta de Indie para reencontrar sua lagosta dourada desparecida (Mounty Cola que adora Coca-Cola) e também tentar ser "alguém melhor" para que assim possa ser admirada pela irmã mais velha Bibi, a quem, assim como são os irmãos mais novos, tem uma adoração bastante forte;

6 - Outro detalhe importante de mencionar alheio a questão do conteúdo em si, é o belo trabalho de produção do selo #irado da editora Novo Conceito neste livro. Um projeto gráfico atraente e a edição am capa dura fazem do livro um ótimo presente;

















7 - Também é possível destacar a ambientação do livro que faz o leitor sentir-se dentro do cenário com seus cheiros de maresia e pescado;

8 - E como toda aventura juvenil, Minha Vez de Brilhar está recheado de aventura e traquinagens, e aqui muito reais, que com certeza vai permitir que o jovem leitor se identifique com suas personagens, ou então aqueles que são jovens a um pouco mais de tempo se recordem deste período tão cheio de encantamento, surpresas, decepções, entre outros, que só a juventude nos proporciona;

9 - Mas acima de tudo, o livro encerra com a bela mensagem de que para sermos alguém melhor não é necessário fingirmos ser o que não somos ou buscar agradar aos outros abandonando nossas próprias coisas, pois é ao sermos o que realmente somos (por mais estranhos que sejamos) somente seremos alguém melhor ao sermos nós mesmos. Acho que essa é a grande lição que nos ensinam as irmãs Chickory;

10 - Enfim, Minha Vez de Brilhar, é um livro com diversão garantida, personagens muito queridos, e uma trama que vai arrancar-lhe muitos sorrisos, e quem sabe "um tiquinho" de lágrimas;

:: + na Saraiva ::



10 Considerações sobre Minha Vez de Brilhar, ou porque lagostas gostam de Coca-Cola 10 Considerações sobre Minha Vez de Brilhar, ou porque lagostas gostam de Coca-Cola Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, julho 30, 2014 Rating: 5

Nenhum comentário