quinta-feira, 3 de abril de 2014

, ,

10 Livros de Carlos Drummond de Andrade para ter na estante...

Um dos mais importantes poetas brasileiros de todos os tempos e - sem favor nenhum - um dos grandes nomes da poesia do século XX em qualquer idioma, estreou na literatura em 1930, com os versos de Alguma poesia, e nos cinquenta anos seguintes publicou diversas obras fundamentais em verso e prosa. Nesta lista uma seleção com 10 livros do autor para ter na sua estante:

1 - Sentimento do Mundo: Mostra o poeta mineiro atento aos acontecimentos políticos de sua época. "Tenho apenas duas mãos/ e o sentimento do mundo", escreve ele nos célebres versos que abrem este volume... + no Submarino

2 - A Bolsa e a Vida: Publicado em 1962, quando Carlos Drummond de Andrade completava 60 anos, A Bolsa & a Vida retraça, em sua escrita leve, fluente e bem-humorada, diversos aspectos da realidade brasileira e mundial ao longo dos anos 1950... + no submarino

3 - Alguma Poesia: Apresenta aquilo de melhor que Carlos Drummond de Andrade iria oferecer ao longo de quase 60 anos de uma das carreiras mais fecundas da literatura moderna: o lirismo, o humor, o tom meditativo e irônico, a observação desencantada dos fatos, o sensualismo, a reflexão aguda sobre o amor e a morte... + no Submarino

4 - Antologia Poética: Reunida e organizada pelo próprio Drummond em 1962 - quando o poeta completava 60 anos de idade e 30 de intensa atividade literária -, e uma das melhores portas de acesso para quem deseja conhecer a imensa obra do itabirano. Completa o volume um esclarecedor ensaio do poeta Antonio Cicero... + no Submarino

5 - As Impurezas do Branco: Um livro singular na vasta e aclamada carreira do autor mineiro. O poeta se mostra permeável ao concretismo, à poesia de tonalidade menos cultivada - estamos na década que assistiria ao aparecimento da "geração mimeógrafo" -, à espacialidade da página em branco... + no Submarino

6 - Boca de Luar: Crônicas em formato de contos do poeta que interpretava os fatos da vida com humor.Visões de "historinhas" do cotidiano - como preferia denominar o próprio autor -, de momentos relevantes da existência humana... + no submarino

7 - De Notícias & Não Notícias Faz-se a Crônica: Como já prega seu subtítulo, a obra apresenta textos em que o escritor mineiro se presta à observação da realidade, mas com olhos generosos de poeta e fabulador... + no Submarino

8 - Contos Plausíveis: Publicados originalmente em 1981, numa pequena tiragem, os textos reunidos neste volume são verdadeiros "contos de bolso", como dizia o próprio Drummond. São histórias breves, sintéticas, engraçadas, leves e sempre inventivas... + no submarino

9 - Claro Enigma: Os poemas reunidos neste volume ocupam uma posição singular na obra de Drummond. Aqui o autor parece querer buscar, por meio da retomada de formas clássicas, um equilíbrio entre o passado e o presente. O amor, a morte e a memória são alguns dos temas elaborados por um homem que sempre quis fazer parte do seu próprio tempo... + no Submarino

10 - O Gerente: Samuel era um homem exemplar. Inteligente, trabalhava como gerente de um banco de prestígio e fazia muito sucesso com as mulheres. Tornou-se, assim, presença constante nos melhores salões, bailes e banquetes do Rio de Janeiro, nos anos 1940. Mas tudo começa a mudar quando senhoras da alta sociedade passam a ter os seus dedos decepados por mordidas e ele é considerado o principal suspeito... + no Submarino

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...