10 Considerações sobre Will & Will, ou porque Marco Feliciano se divertiria muito com esta leitura...

O Blog Listas Literárias leu Will & Will - Um Nome, Um Destino, escrito por John Green e David Levitan, e publica nesta lista suas 10 considerações sobre o livro:

1 - Will & Will é um livro muito gay, e isto além de estar em seu DNA o torna alegre, mas também vai muito além, exibindo um jogo dramático, personalidades em construção, vendendo valores como a amizade, e tudo reunido num mundo adolescente composto por personagens esmiuçados e fortemente construídos por seus autores;

2 - Embora o próprio livro se disponha a falar da causa gay, especialmente pelo fantástico e inteligente personagem Tiny Cooper, ele se torna muito mais que isso pois acaba falando de como lidar como diferenças, inclusive as diferenças dentro de nós mesmos, e por isso consegue abordar um tema que poderia ser tido como polêmico de uma forma muito natural;

3 - Além de tudo, a trama se desenvolve de uma forma bastante original, e o encontro de dois jovens com mesmo nome Will Grayson é o encontro de duas personalidades tão distintas, e que ao mesmo tempo são capazes de possuir tanta coisa em comum;

4 - O livro se torna íntimo do leitor por causa da narrativa dividida entre os dois Will Grayson, que em primeira pessoa compartilham conosco suas experiências, suas avaliações, nem sempre certa dos que os cercam, seus medos e desejos, num mundo gay, hétero, estranho, real...

5 - Aliás, o que cada Will Grayson nos mostra com clareza é a capacidade que cada um de nós tem de esconder-se de si mesmo, da angustia de seguir um caminho errado, de temer o que há pela frente, sentimentos estes que independente de sua orientação sexual estão presentes nos jovens;

6 - Por outro lado Tiny Cooper surge como um sol buscando irradiar os que o orbitam, com muito divertimento, e uma forma bem peculiar de enfrentar a vida, mas que porém as vezes também pode servir de máscara para seus dramas particulares;

7 - Will & Will, com justiça não deve ser vista tão somente como um livro gay, trata-se de uma leitura adolescente que fala sobre adolescentes contemporâneos, cada um com suas opções, com suas vontades, um livro moderno que nos auxiliam a entender um pouco melhor este universo;

8 - Além disso, o livro fala de superação pessoal, da capacidade de cada indivíduo vencer seus próprios limites, de rever suas atitudes, de compreender seus erros, que é o que acontece com a dupla de Will Grayson;

9 - E como deveria se esperar para uma obra com esta premissa, o livro termina de forma apoteoticamente teatral, divertida, e especialmente emocionante. Basicamente algo bem gay, e muito legal para se encerrar um livro;

10 - Enfim, Will & Will é uma leitura divertida, emocionante, e muito válida, especialmente para pessoas que não tenham preconceitos estabelecidos, ou para estas também que precisam enxergar que não há essa divisão, gay, não-gay, pois afinal somos todos humanos, com erros e acertos, onde a palavra tolerância (que no dicionário diz mais ou menos isto "Condescendência ou indulgência para com aquilo que não se quer ou não se pode impedir") deve ser substituída por convivência, interação, amizade... E essas são lições que certamente Will Grayson e Tiny Cooper nos ensinam;







10 Considerações sobre Will & Will, ou porque Marco Feliciano se divertiria muito com esta leitura... 10 Considerações sobre Will & Will, ou porque Marco Feliciano se divertiria muito com esta leitura... Reviewed by Douglas Eralldo on sábado, julho 13, 2013 Rating: 5

Um comentário