domingo, 7 de abril de 2013

, , ,

10 Considerações sobre A Caçada de Clive Cussler, ou como mergulhar em um thriller de tirar o fôlego...

O Blog Listas Literárias leu A Caçada, de Clive Cussler, publicado pela editora Novo Conceito, e publica nesta lista, suas 10 considerações sobre o livro. Aliás, que quiser concorrer ao livro é só participar desta promoção, e concorrer ao Kit. 

1 – A Caçada, de Clive Cusller é um thriller de época com altas doses de suspense, ação, movimento, e reviravoltas acachapantes que fazem o leitor não desgrudar os olhos de cada página, transformando a leitura numa experiência interativa;

2 – Acompanhar a caçada do detetive Isaac Bell, da renomada Agência de Detetives Van Dorn, ao Assaltante Açougueiro é um convite a conhecermos melhor o início do século XX, sua grande evolução tecnológica e industrial, bem como importantes eventos da história, e a referência a importantes ícones da cultura e da política americana;

3 – A trama casa-se muito bem ao termo “caçada”, visto que é o que literalmente o leitor acompanha por suas páginas, em uma batalha titânica entre o esperto detetive Bell, e o Assaltante Açougueiro, uma mente criminosa privilegiada e sem qualquer tipo de pudor ou remorsos, pelas vítimas que mata a cada assaltante a banco;

4 – Isaac Bell é um detetive do início do século, inteligente, sofisticado, muito rico, mas que caça criminosos por prazer, o que certamente o torna um dos interessantes detetives da literatura;

6 – Durante a leitura de A Caçada, os leitores encontrão certamente muitas doses de descarga de adrenalina, bem como a tensão propositalmente deixada ao final de cada capítulo curto, no típico gancho tão comum aos thrillers, que não erradamente poderíamos chamar de “isca”, pois acabam desempenhando a função de fisgar o leitor para a leitura do próximo capítulo, e quando este dá-se por conta as 384 páginas do livro passarão voando como as locomotivas presente na obra, que aliás, não deixam de ser personagens protagonistas da grande caçada;

7 – Por falar em locomotivas, elas estavam no auge no inicio dos anos 1900, e por isso possuem tamanha importância no enredo do livro. Mas mesmo assim, diante de uma sociedade próspera, Cusller nos apresenta a riqueza do período de uma transição, em que aos poucos os homens foram substituindo os cavalos por carros;

8 – A Caçada é um thriller em que desde o inicio o leitor acompanha tanto o bandido, quanto o detetive Isaac Bell e seus companheiros de identificação, e se torna mais interessante a cada avanço das investigações, e começa de fato quando todas as cartas estão postas sobre a mesa, trazendo para a pauta, temas como corrupção, influência, e o jogo de poder, especialmente na São Francisco dos anos 1900;

9 – E como também comum aos thrillers, Cussler usa com grande habilidade as reviravoltas durante a trama, sendo na principal delas, a inserção de um evento natural e histórico que acaba precipitando as coisas, e levando o livro a um final alucinante, em uma verdadeira corrida contra o tempo, que leva a Isaac Bell e seus colaboradores quebrarem alguns recordes em ferrovias americanas;

10 – Enfim, A Caçada é uma excelente leitura, bem estruturada (na verdade há apenas um episódio envolvendo um cheque que há certo vacilo) com uma narrativa vibrante, cheia de ação e velocidade (literalmente), que certamente irá agradar não só fãs de thrillers, mas todos os tipos de leitores que encontrarão no livro muitos relatos históricos e referências a personalidades da época.


Reações:

Um comentário:

  1. Já ouvi muito comentário bom desse autor, mas compraria pro meu marido. Parece ter mais acao querstou acostumada

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...