10 Diferentes traduções de livros, no Brasil e em Portugal

Brasil e Portugal tecnicamente falam a mesma língua, mas sabemos que nem sempre é bem assim. E uma boa forma de compreender como estes dois países são diferentes é através das traduções que os livros ganham nos respectivos países. Algumas delas são até bem curiosas. Nesta lista, uma seleção com 10 diferentes traduções de livros no Brasil, e em Portugal:













10 Diferentes traduções de livros, no Brasil e em Portugal 10 Diferentes traduções de livros, no Brasil e em Portugal Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, janeiro 06, 2013 Rating: 5

16 comentários

  1. Olá Douglas! Só acrescentando meus cinquenta cents: Na massiva maioria dos casos, quem escolhe os títulos dos livros são os editores, não os tradutores. Os títulos, no geral, são escolhidos por questões mercadológicas, sem levar em conta se a tradução está próxima do original ou não - por isso há tantos livros com títulos que nada tem a ver com seus nomes originais. Assim sendo, não sei se podemos comparar títulos de Portugal e Brasil do ponto de vista da tradução em si. Acho que essa comparação fica mais válida se pensarmos na questão do mercado mesmo: Por exemplo, uma determinada tradução de título pode soar legal para os leitores brasileiros, mas nem tanto para os portugueses, e vice-versa. Bom, é isso! Desculpe pelo comentário gigante, e continue com o ótimo trabalho aqui no blog! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato há um pouco disso, é é possível vermos que as traduções portuguesas seguem um pouco mais ao pé da letra a tradução. Outros por si, são bem diferentes, como à boleia pela galaxia, ou então no 10, em que os sentidos acabam sendo bem contrários.

      Excluir
  2. Alguns soam melhor em pt-pt do que em pt-br, haha. <3

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus!! as capas brasileiras são muito mais belas que as portuguesas!

    ResponderExcluir
  4. @Tiago
    Aqui no Brasil quase não existem edições de bolso de livros "comuns", apenas de bestsellers e clássicos. Em países em que a leitura é mais difundida, geralmente os livros são lançados primeiro em uma edição de menor qualidade e, caso façam sucesso, daí sim ganham uma edição legal, com capa bonitosa e tudo mais. Como isso não ocorre por aqui, as editoras costumam caprichar nas capas já na primeira edição, para vender melhor seu peixe (ao menos temos alguma vantagem para compensar um pouco os preços salgados dos nossos livros, rss).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi. O governo bem que poderia tirar todo imposto de livros para melhorar as vendas.

      Excluir
    2. Os livros são desonerados de impostos.

      Excluir
  5. A maioria dos títulos nas versões portuguesas ficaram estranhas rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. E eu achando que as traduções brasileiras deixavam a desejar.... rsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Meeeu Deels, Os jogos da FOME ?! O morro dos vendavais?
    E eu achava que as traduções brasileiras deixavam a desejar DOIS !

    ResponderExcluir
  8. E eu achava que as traduções brasileiras deixavam a desejar ³
    O pior é quando mudam o título original para umas coisas bem bizarras.

    Suh Pimentel,
    OS Jogos da Fome é o título original.

    Douglas Eralldo peço permissão para colocar essa reportagem no meu blog literário. Obviamente, lhe darei os devidos créditos.

    avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Os jogos da fome" é o título original e é mais elucidativo do que o brasileiro... a gente não associa o adjetivo "voraz" à fome, pobreza, enfim...

      E "Jogos vorazes" dá uma impressão de que o jogo é voraz, é o jogo que "come" os jogadores, tipo um Jumangi ou Zathura.

      Excluir
  9. Realmente, eles se assemelham mais aos títulos originais do que os brasileiros, mas eu achei os títulos deles mais feios. É a prova de que a melhor tradução depende mais de adaptação do que tradução, no sentido literal rs.

    ResponderExcluir
  10. Só uma observação... Se eu não me engano, as crônicas de gelo e fogo lá foram foram publicados em mais livros. Cada livro foi dividido em dois. Corrijam-me se eu estiver errado, mas talvez seja por isso que os títulos deles sejam tão diferentes.

    ResponderExcluir