10 Considerações sobre Fúria Lupina – América Central, ou porque lobisomens gostam tanto de carne mal passada...

O Blog Listas Literárias leu Fúria Lupina – América Central, de Alfer Medeiros, e avalia nesta lista, suas 10 considerações sobre o livro:

1 – Fúria Lupina – América Central não dá espaço para o leitor tomar um ar, e ao longo de suas páginas sangrentas a ação é continua, e a guerra travada entre homens-lobos jamais tem uma trégua, percorrendo uma América Central empobrecida e dominada por lobisomens.

2 – É preciso elogiar o conjunto do livro, composto por um belo e interessante projeto gráfico, material de qualidade, não perdendo em nada para grandes edições, o que o constituem num interessante e diferenciado presente.

3 – A trama do livro segue a história terminada em Fúria Lupina Brasil, quando membros da Alcateia Global partem em missão para libertar a jovem peeira Nazaré.

4 – A questão de não haver tempo na trama para que o leitor tome um ar, já que os lobisomens estão sempre matando a si mesmos, ou então fazendo a festa com carne humana, em alguns trechos, o livro fica bem tenso para o leitor.

5 – Embora menos explícito que o primeiro livro, neste ainda se pode perceber os manifestos de ordem política e crítica, expressados muitas vezes por personagens, e até mesmo o narrador, que sempre encontra o momento oportuno para boas alfinetadas e crítica social.

6 – É possível afirmar, que mesmo tudo estando interligado, o livro divide-se em três partes, uma com a narrativa se desenrolando na forma do romance, outra com as mensagens de reporte da Alcateia Global que ajuda a identificar mais a trama e os personagens, e a terceira, apresentada de forma gráfica diferenciada de um blog invadindo o romance. Inclusive, as melhores partes do livro serão encontradas no blog do doutor Glendon.

7 – É numa dessas narrativas em formato blog que temos a parte cômica e bem humorada do texto, que ajudam até mesmo descontrair a tensão do romance, e talvez por isso até poderia ter mais inserções. Além disso, a “transcrição” de um diálogo entre Glendon e uma velha bruxa além de engraçado, nos dá a sensação de conhecermos uma parenta do inesquecível e imortal Mestre Yoda.

8 – Outro fator da obra, é que talvez por já termos sido apresentados aos personagens protagonistas, neste segundo livro não mergulhamos tanto no íntimo da personalidade de cada um deles, como Dante e Fênix, sendo que acabam suas ações revelando como cada um é de verdade.

9 – Uma presença que senti falta na continuidade da série foi a organização Green Death, cujo potencial crítico é muito grande, e também interessante.

10 – Enfim, Fúria Lupina – América Central é uma boa dica de ficção nacional, onde Alfer Medeiros desenvolve sua narrativa com identidade e eloquência criando uma trama movimentada, com ação do início ao fim, que, aliás, sempre reserva surpresas, interligando todos os fatos ao final do livro.




10 Considerações sobre Fúria Lupina – América Central, ou porque lobisomens gostam tanto de carne mal passada... 10 Considerações sobre Fúria Lupina – América Central, ou porque lobisomens gostam tanto de carne mal passada... Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, janeiro 20, 2013 Rating: 5

Um comentário

  1. Capa tá show !
    E incrível o modo como você classifica o livros lidos...
    Parabéens!

    ResponderExcluir