10 Livros de José Saramago para ter na estante...

1 - Ensaio Sobre a Cegueira: Um motorista parado no sinal se descobre subitamente cego. É o primeiro caso de uma "treva branca" que logo se espalha incontrolavelmente. Resguardados em quarentena, os cegos se perceberão reduzidos à essência humana, numa verdadeira viagem às trevas.

2 - O evangelho Segundo Jesus Cristo: Todos conhecem a história do filho de José e Maria, mas nesta narrativa ela ganha tanta beleza e tanta pungência que é como se estivesse sendo contada pela primeira vez. Nas palavras de José Paulo Paes: "Interessado menos na onipotência do divino que na frágil mas tenaz resistência do humano, a arte magistral de Saramago excele no dar corpo às preliminares e à culminância do drama da Paixão"... >>Comprar no Submarino<<

3 - Ensaio Sobre a Lucidez: Numa manhã de votação que parecia como todas as outras, na capital de um país imaginário, os funcionários de uma das seções eleitorais se deparam com uma situação insólita, que mais tarde, durante as apurações, se confirmaria de maneira espantosa... + No Submarino

4 - O Conto da Ilha Desconhecida: Um homem vai ao rei e lhe pede um barco para viajar até uma ilha desconhecida. O rei lhe pergunta como pode saber que essa ilha existe, já que é desconhecida. O homem argumenta que assim são todas as ilhas até que alguém desembarque nelas.Este pequeno conto de José Saramago pode ser lido como uma parábola do sonho realizado, isto é, como um canto de otimismo em que a vontade ou a obstinação fazem a fantasia ancorar em porto seguro... + No Submarino

5 - O Homem Duplicado: O professor de história Tertuliano Máximo Afonso descobre, certo dia, que é um homem duplicado. Ao assistir a um vídeo, ele se reconhece em outro corpo, idêntico ao dele próprio: um dos atores do filme é seu sósia. Os desdobramentos dessa história são imprevisíveis. Mas o romance de José Saramago, esclareça-se logo, não tem nada a ver com clonagem ou outras experiências de laboratório. O que está em jogo é a perda da identidade numa sociedade que cultiva a individualidade e, paradoxalmente, estabelece padrões estreitos de conduta e de aparência... >>Comprar no Submarino<<

6 - Don Giovanni, ou O Dissoluto Absolvido: Trata-se de um personagem presente na obra de inúmeros autores, como Tirso de Molina, Molière, Hoffman, Byron e Pushkin. O texto servirá, posteriormente, de base para o libreto de uma ópera do italiano Azio Corghi, a ser encenada no Teatro alla Scala, em Milão. A referência direta de Saramago é o Don Giovanni ou O dissoluto punido, de Mozart, que estreou em Praga em 1787 com regência do próprio compositor... + No Submarino

7 - Caim: Para atravessar esse caminho árido, um deus às turras com a própria administração colocará Caim, assassino do irmão Abel e primogênito de Adão e Eva, num altivo jegue, e caberá à dupla encontrar o rumo entre as armadilhas do tempo que insistem em atraí-los. A Caim, que leva a marca do senhor na testa e portanto está protegido das iniquidades do homem, resta aceitar o destino amargo e compactuar com o criador, a quem não reserva o melhor dos julgamentos. Tal como o diabo de O Evangelho, o deus que o leitor encontra aqui não é o habitual dos sermões: ao reinventar o Antigo Testamento, Saramago recria também seus principais protagonistas, dando a eles uma roupagem ao mesmo tempo complexa e irônica, cujo tom de farsa da narrativa só faz por acentuar... + No Submarino

8 - A Caverna: A caverna é uma história de gente simples: um oleiro, um guarda, duas mulheres e um cão muito humano. Esses personagens circulam pelo Centro, um gigantesco monumento do consumo onde os moradores usam crachá, são vigiados por câmeras de vídeo e não podem abrir as janelas de casa... + No Submarino

9 - O Caderno: Reunião dos textos de Saramago postados quase diariamente em seu blog entre setembro de 2008 e março de 2009, é mais do que uma simples coletânea de crônicas jornalísticas. É um relato de vida, um diário intelectual e sentimental do único prêmio Nobel de literatura em língua portuguesa... + no Submarino

10 - A Jangada de Pedra: Uma parábola sobre o isolamento dos povos ibéricos na Europa. Racham os Pirineus, a Península Ibérica se desgarra da Europa. Transformada em ilha - Jangada de Pedra -, navega à deriva pelo Oceano Atlântico. A esse espetacular acidente geológico somam-se outros insólitos que unem os quatro personagens principais do romance numa viagem apocalíptica e utópica pelos caminhos da linguagem e, através desta, da arte e da cultura peninsulares... >>Comprar<<

10 Livros de José Saramago para ter na estante... 10 Livros de José Saramago para ter na estante... Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, julho 02, 2012 Rating: 5

5 comentários

  1. Teria alguma sequencia boa para ler os livros, orden cronologica ou quaquer outra?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Removeram meu comentário igual ao post do George Orwell, esse Blog ta igual so site do Yahoo, so publicam o que faz bem pra imagem e ninguém responde. Assim não da neh Brow. Custava responder pelo menos, qualquer coisa sim não, sei lá, talvez, quem sabe um dia!

    ResponderExcluir
  4. Jefersom, provavelmente ele ofendeu seu intelecto, Saramago não é um escritor de série babaca que tá fazendo sucesso. Leia qual vc quiser primeiro na ordem que quiser e não se esqueça de A Viagem do Elefante que não foi citado.

    ResponderExcluir
  5. Jefersom, quando não existe uma ordem para leitura de obras de determinado autor, costumo ler na sequência em que a obra foi publicada.
    Como todas as listas, sempre haverão divergências, o que é bom, sendo isso um dos motivos que nos levam a lê-las, se todos tivéssemos os mesmos gostos, saberíamos o que esta na devida lista sem mesmo lê-la.
    O meu preferido do Saramago é O Ano da Morte de Ricardo Reis, não está nesta, recomendo.

    ResponderExcluir