Header Ads

10 Livros de Machado de Assis para ter na estante

Nascido num 21 de junho, o Google homenageou hoje Machado de Assis, o mais importante e lembrado escritor brasileiro e certamente um dos maiores escritores de toda a literatura mundial. Nesta lista 10 livros do autor:



1 - Dom Casmurro: Um dos mais famosos romances brasileiros de todos os tempos, tem como protagonista o mais-que-famoso par central Bentinho e Capitu ? além de conter o caso narrativo mais discutido de nossa literatura, a traição (ou não) de Capitu. E para você traiu, ou não traiu?

2 - Memórias Póstumas de Brás Cubas: Com este livro, Machado de Assis começa a fase de plenitude do romancista. Apesar de não diferir tematicamente de seus livros anteriores, retratando um cenário carioca, e uma burguesia rica com anseios de nobreza, o escritor aqui amadureceu sensivelmente, adquirindo uma precisão de linguagem e apuro técnico incomparáveis.

3 - Helena: O intenso amor entre Estácio e Helena é impedido pelos preconceitos e as injunções familiares. Um romance que foge aos padrões românticos. >>Comprar<<

4 - Quincas Borba: Se a alienação, em mais de um sentido (por exemplo, o marxista; por outro, o da sociedade do espetáculo), é uma característica moderna, Quincas Borba é um romance moderníssimo (além de modernissimamente satírico). Pois é a história contada por um terceiro de como um personagem, Rubião, alienou-se da própria vida, tendo em seu amigo, o alienado de fato Quincas Borba, uma sombra que a perpassa... + No Submarino

5 - Ressurreição: Publicado em 1872, foi o primeiro romance de Machado de Assis. Embora pertença à fase romântica do autor, a obra rompe com características dessa escola literária, como o ideal nacionalista e a ênfase na descrição da natureza. Conta a história de Félix, médico de 36 anos, que se apaixona por Lívia, irmã de seu amigo Viana. O romance é abalado por crises de ciúmes do rapaz.>>Comprar<<



6 - Iaiá Garcia: Em um drama familiar durante o Segundo Reinado, uma personagem feminina dirige a trama. Ela é Lina, uma jovem que busca ocupar um lugar na sociedade da época a qualquer custo.>>Comprar<<

7 - A Mão e a Luva: Publicado inicialmente em formato de folhetim, A mão e a luva saiu pela primeira vez em livro em 1874. Nesta obra, Machado apresenta ao leitor uma de suas tramas mais românticas: Guiomar, uma moça de infância pobre adotada pela madrinha rica, tem que se decidir entre três pretendentes. Essa dúvida envolve o conflito permanente entre a emoção e a razão, no qual está em jogo o futuro dessa mulher forte e decidida. Machado utiliza as reflexões de Guiomar para construir um perfil genial de toda a alta sociedade, na qual não há espaço para sonhadores e ingênuos.>>> Veja +

8 - Histórias da Meia-Noite: Na "Advertência" aos contos, Machado afirmava tratar-se de narrativas no correr da pena, sem outra pretensão que não a de ocupar alguma sobra do precioso tempo do leitor?. Sinceridade ou modéstia, o fato é que Histórias da Meia-Noite revela retratos fascinantes, concentrando-se nas alegrias e decepções, sucessos e tormentos de seus personagens.>>Comprar<<

9 - Esaú e Jacó: Conta a história de dois gêmeos da alta burguesia carioca separados desde a mais tenra idade pela inimizade e pelas diferenças: Pedro, dissi­mu­lado e cauteloso, e Paulo, arrojado e impetuoso. Ambos, porém, apaixonados pela mesma mulher: Flora, ?a inexplicável?. Às vésperas da Proclamação da República, o autor, por meio dos embates e das des­ven­turas dos irmãos (um monarquista, o outro, republi­cano), pinta um retrato melancólico, mas por vezes também hilariante, da política e da alma brasileira. + no Submarino

10 - 50 Contos: Machado de Assis além de seus romances, era exímio contista, e nesta antologia reúnem as melhores de suas obras. Comprar no Submarino

12 comentários:

  1. Tenho quase todos! Os que não tenho vou cuidar em compra-los. Machado de Assis é um escritor que todos deveriam ler. Sou apaixonada por ele. Parabéns pelo seu blog!

    ResponderExcluir
  2. Mais do que óbvio que Capitu traiu Bentinho!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Verdade. Deveria estar entre os 5, na verdade. Junto com Dom Casmurro, são os mais simbólicos.

      Excluir
  4. Machado de Assis é necessário!

    ResponderExcluir
  5. Machado de Assis é um mestre da literatura e isso basta!

    ResponderExcluir
  6. Perdão, sei q toda lista é pessoal e assim eu não deveria me meter na sua. Mas "Memorial de Aires" é uma pequena obra-prima.

    ResponderExcluir