10 Considerações sobre Nephalins - A Herança dos anjos... Ou como o fantástico, é mesmo muito fantástico...

1 - Impossível não começar citando que já no primeiro impacto, não passamos incólumes ao pegar o livro pela primeira vez. A capa de um negro fosco, e a tipografia bem definida nos dá uma sensação de estranheza, talvez pelo minimalismo, para profundidade do preto. O fato é que o primeiro contato com o livro, causa impacto; 

2 - Nephalins - A Herança dos anjos mergulha de cabeça no fantástico. Ao longo de seus capítulos criaturas de todos os tipos emergem de seus esconderijos e vão se enlaçando na trajetória dos irmãos Diirr. E então o leitor é levado com grande habilidade ao mundo de Nephalins, Impalers, Dhampirs, entre outras criaturas... 

3 - Gosto de bons argumentos. É o caso  do livro que começa com o segredo envolvendo a tatuagem dos irmãos Diirr, e este segredo joga-os numa realidade alternativa e fantástica. 

4 - O texto de Hanny Saraiva é de um grau elevado de primor. De cara o leitor percebe que ela usa a fantasia para transbordar o que pensa, dando deste modo ao livro um caráter provocativo, de opinião, o que enriquece e valoriza o livro; 

5 - Mesmo numa aventura conduzida pelos adolescentes o cenário caótico remete o leitor aqueles filmes apocalípticos e futurista, que bem poderia ser dirigido pelos irmãos Wachowski; 

6 - Alias, há uma infinidade de referências ao universo pop e nerd ao longo do livro, que acaba aproximando o leitor dos personagens, como se estes fossem amigos próximos;

7 - O porém do livro (e que impediu uma nota maior em nossa avaliação) em nada passa pelo talento da autora, pois o que acaba deixando a leitura um pouco devagar é por causa da produção do livro, visto que a diagramação acaba não fluindo o texto, além de apresentar falhas de tabulação em algumas páginas, o espaçamento apertado tranca o texto aos olhos do leitor. Ao menos, comigo aconteceu isso. Além disso, algumas gralhas que sobrevoaram e driblaram a revisão. 

8 - Nephalins é um livro extremamente visual. Seus cenários surgem em nossa frente, e podemos construir o ambiente com seus personagens ao melhor estilo hippie, suas lutas, suas guerras... e suas magias... E por ser extremamente visual, estômagos mais sensíveis, em algumas cenas podem ter vontade de chamar o Hugo; 

9 - [Megaspoiler]: Em determinado capítulo nephalins, e caçadores de impalers bebem de um chá alucinógeno, para ampliar seus mundos e dialogarem com um bebê. Creio que isto pode convencer muita gente a querer ler, não é mesmo?

10 - Enfim, tirando os problemas do objeto livro em si, Nephalins - A Herança dos anjos é uma leitura para quem busca algo novo, diferente, e de qualidade na literatura fantástica nacional. É um texto que sem dúvida merece uma grande publicação, pois é original, e tem identidade, provando que sempre há como trazer novas coisas com criaturas que estão arraigadas na mitologia mundial, e tudo isso deixando uma mensagem de reflexão, pois como plano de fundo Hanny Saraiva acaba analisando a sociedade através de sua fantasia; 




10 Considerações sobre Nephalins - A Herança dos anjos... Ou como o fantástico, é mesmo muito fantástico... 10 Considerações sobre Nephalins - A Herança dos anjos... Ou como o fantástico, é mesmo muito fantástico... Reviewed by Douglas Eralldo on quarta-feira, maio 23, 2012 Rating: 5

2 comentários

  1. Oi onde consigo esse livro? Procuro em todo lugar mas nao acho pra comprar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tente contato com a autora pelo link abaixo. É a página no Facebook. ;)

      Excluir