10, dos melhores poemas épicos de todos os tempos

1 - A odisseia, de Homero: Poema épico da Grécia antiga, que é em parte sequência da Ilíada. Retrata o retorno de Ulisses da Guerra de Troia, e ainda hoje é ima das leituras mais procuradas, e obrigatória nos vestibulares;

2 - Beowulf: De autor desconhecido é um poema épico anglo-saxão.. Com 3.182 linhas, é o poema mais longo do pequeno conjunto da literatura anglo-saxã e um marco da literatura medieval.

3 - Ilíada, de Homero: O poema conta pouco mais de 50 dias entre o décimo e o último ano da Guerra de Troia e versa sobre a ira da Aquiles, o moço do calcanhar sensível;

4 - A Divina Comédia, de Dante Alighieri: É dividida em três partes: inferno, purgatório e paraíso. Sua visão de inferno aliás, é considerada uma das mais tenebrosas da literatura;

5 - Paraíso Perdido, de John Milton: O poema descreve a história cristã da "queda do homem", através da tentação de Adão e Eva por Satanás e a sua expulsão do Jardim do Éden.

6 - Os Contos de Canterbury, de Geoffrey Chaucer: Na obra, cada conto é narrado por um peregrino de um grupo que realiza uma viagem desde Southwark (Londres) à Catedral de Cantuária para visitar o túmulo de São Thomas Becket. A estrutura geral é inspirada no Decamerão, de Boccaccio.

7 - Eneida, de Virgílio: Poema épico latino e narra a saga de Eneias que é salvo dos gregos em Troia, e então viaja errante pelo mediterrâneo até chegar a Itália.

8 - A epopeia de Gilgamesh: Milagrosamente preservados em tabletes de argila decifrado apenas no século passado, o ciclo de poemas reunidos em torno do caráter de Gilgamesh, o grande rei de Ukruk, diz de sua longa e árdua jornada para a Fonte da Juventude, de seus encontros com monstros e deuses e de sua amizade com Enkidu, o homem selvagem das montanhas.

9 - Metamorfoses, de Ovídio: A estrutura de Metamorfoses constitui-se de 15 livros escritos em hexâmetro dactílico com cerca de 250 narrativas em doze mil versos compostos em latim,[4] e que transcorrem poeticamente sobre a cosmologia e a história do mundo, confundido deliberadamente ficção e realidade...

10 - Kalevala, de Elias Lönnrot: Epopeia da Finlândia, que para a escrever, Lönnrot reuniu uma extensa coleção de antigas canções populares que permaneceram vivas na tradição oral das populações finlandesas, sobretudo no distrito de Arcanjo na Carélia. O grande feito de Lönnrot foi conseguir costurar todas estas canções tradicionais numa única narrativa épica de considerável consistência.

*Fonte: Goodreads

10, dos melhores poemas épicos de todos os tempos 10, dos melhores poemas épicos de todos os tempos Reviewed by Douglas Eralldo on quinta-feira, dezembro 15, 2011 Rating: 5

6 comentários

  1. Everyone loves what you guys tend to be up too.

    This type of clever work and coverage! Keep up the wonderful works guys I've incorporated you guys to my blogroll.
    My page :: transfer news arsenal 2013

    ResponderExcluir
  2. Hi to every , because I am really eager of
    reading this webpage's post to be updated regularly. It consists of fastidious information.
    my webpage - perfumes

    ResponderExcluir
  3. Esquecer de citar Luis de Camões em Os Lusíadas, foi um grave erro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podia estar mais de acordo. É uma lacuna demasiado evidente ignorar "Os Lusíadas" de um épico da craveira de Luís de Camões. Parece mais intencional do que lacunar...

      Excluir
  4. -- Caro leitor : Aproveite esta oportunidade para consultar (ou apreciar) ..."O MEU POEMA ÉPICO" ... em 3 volumes intitulados :
    I) -- "DO TEJO GRANDIOSO AO ZAIRE PODEROSO" (com 102 estâncias, - já publicado)-- , o II) - "DO ZAIRE PODEROSO AO CUNENE MISTERIOSO" - (com 670 estâncias - já publicado) -- e o -- III - "DO CUNENE MISTERIOSO AO ZAMBEZE ESPLENDOROSO",(ainda aguardando) finalização por diversos impedimentos pessoais, perfazendo no entanto um TOTAL GERAL (previsto) : de 1.514 (?) - estâncias,...ou seja ,..."o maior em língua portuguesa")...

    ResponderExcluir
  5. -- Caro leitor : Aproveite esta oportunidade para consultar (ou apreciar) ..."O MEU POEMA ÉPICO" ... em 3 volumes intitulados :
    I) -- "DO TEJO GRANDIOSO AO ZAIRE PODEROSO" (com 102 estâncias, - já publicado)-- , o II) - "DO ZAIRE PODEROSO AO CUNENE MISTERIOSO" - (com 670 estâncias - já publicado) -- e o -- III - "DO CUNENE MISTERIOSO AO ZAMBEZE ESPLENDOROSO",(ainda aguardando) finalização por diversos impedimentos pessoais, perfazendo no entanto um TOTAL GERAL (previsto) : de 1.514 (?) - estâncias,...ou seja ,..."o maior em língua portuguesa")...

    ResponderExcluir