10 Considerações sobre Sr. Ardiloso Cortês – Os sem-Rosto, de Derek Landy... Ou como pode ser tenebroso dar de frente com os Sem-Rosto

1 – No 2º livro da série tivemos um argumento muito semelhante ao 1º. No entanto nesta terceira aventura do detetive Sr. Ardiloso Cortês o livro mostra-se revigorado numa trama desencadeada por tudo que vimos acontecer no mundo fantástico e secreto que nos rodeia, durante os primeiros livros da série;

2 – O grande mal que representa os Sem-Rosto vem sendo falado desde o início desta série, e neste 3º livro Valquíria Caos e o detetive Sr. Ardiloso Cortês além de não estarem trabalhando pro Santuário, ainda acabam por encontrar problemas bem grandes e perigosos;

3 – Em os Sem-Rosto conhecemos novos personagens da série como o rapaz Fletcher Renn deslumbrado com seu poder de teletransportador e o detetive Remus Crucial uma das mais vis e repugnantes personagens da literatura, que juro, se tivesse poderes para tal entraria nos livros para espancá-lo também;

4 – Mais uma vez se faz necessário falar do extremo talento de Derek Landy para construir seus personagens, muito pelo fato do nome de escolha destes seres que os coloca como especiais e lhes dão uma identidade no mundo mágico e secreto, o que dá uma singularidade e exclusividade, pois não há como deixar de lembrar personagens como Excomungado Lodo, Vaurien Patife, Medonho Reservado, entre outros...

5 – Na contracapa há um texto dizendo que vocês devem achar que o livro é “uns caras maus querem destruir o mundo e Valquíria e Ardiloso bravamente impedem que isso aconteça, onde, é claro alguns ossos são quebrados no caminho, mas tudo acaba bem, certo? Bem, não dessa vez.” Acreditem fielmente neste texto. Nada se resolve como nos demais livros da série.

6 – Em Os Sem-Rosto o Sr. Ardiloso Cortês volta ao seu habitual sarcasmo, e está mais esperto do que nunca,mesmo tendo um asqueroso Remus Crucial no seu encalço, e mesmo com seu passado misterioso, o detetive se empenha o máximo para salvar o mundo, mesmo que o Santuário não queira seus serviços;

7 – A morte corre solta pelo livro. Há muitas mortes, e muitos mortos relevantes no enredo, sejam elas entre os maus e os mocinhos. Uma delas certamente comoverá a vocês, e em síntese o sangue cobre a Irlanda, afinal o que mais pode esperar quando os Sem-Rosto estão retornando;

8 – Outro ponto forte do livro é o crescimento de Valquíria Caos. Cada vez mais decidida e resoluta de suas escolhas a jovem revela-se muito forte e poderosa, e particularmente ter nas veias os sangues dos antigos também lhe é bem útil. Em contraponto a sua vida secreta, ela esta cada vez mais longe da família;

9 – A passagem nas cavernas na casa-fantasma de Excomungado Lodo é uma mais arrepiantes do livro. A descrição precisa de Derek Landy nos faz suspirar vendo os cômodos se transmutarem, e simples tapetes se tornarem mortais, numa cena digna do horror. Aliás, a presença dos necromantes neste livro o torna mais sombrio que os anteriores;

10 – O final do livro nos reserva como todo ele, embates de tirar o fôlego. Assim como de costume somos pegos de surpresa com a descoberta da solução dos casos, e dos maus feitores que querem o fim do mundo, onde meros mortais podem ser tão perigosos quanto os feiticeiros, e ninguém, ninguém mesmo, está livre dos infortúnios do destino... Ninguém mesmo!



10 Considerações sobre Sr. Ardiloso Cortês – Os sem-Rosto, de Derek Landy... Ou como pode ser tenebroso dar de frente com os Sem-Rosto 10 Considerações sobre Sr. Ardiloso Cortês – Os sem-Rosto, de Derek Landy... Ou como pode ser tenebroso dar de frente com os Sem-Rosto Reviewed by Douglas Eralldo on segunda-feira, março 14, 2011 Rating: 5

3 comentários

  1. Eu necessito ler o quarto livro USAHUAH

    ResponderExcluir
  2. Eu necessito fazer o Downloadddddddddddddddddd. Cadê?

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro e amei, é muito bom mesmo . . !!

    ResponderExcluir