Header Ads

10 Bons motivos para conhecer Na rua dos ipês amarelos, de Liliam de Fátima Ribeiro

No post de hoje convidamos nossos leitores a conhecer mais uma obra e novidade nacional; o romance Na rua dos ipês amarelos, de Liliam de Fátima Ribeiro. Confira 10 bons motivos para conhecer a obra:

1 - Para quem curte uma narrativa com aquela pegada de romance histórico, o livro se envereda pelo debate da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial. Nessa perspectiva, o livro pretende colocar em discussão o lugar da memória e do testemunho dos que enfrentaram este momento histórico;

2 - No livro, a notícia da criação de um museu da FEB, na cidade onde nasceu, impulsiona Maria São Pedro a deixar sua vida em Belo Horizonte para ser voluntária no projeto, por ser ela filha de um pracinha e guardar na memória as histórias contadas por seu pai;

3 - Ao se voluntariar e retornar para a cidade em que nascera, Maria então  ajuda Afonso e Mercedes nos trabalhos, e, com isso, retoma a escrita de uma história sobre os pracinhas daquela cidade, ainda presentes no imaginário local;

4 - Em sua busca, procura saber se alguém na cidade conheceu o soldado que retornara com traumas, pois esse assunto era recorrente nas histórias de guerra contadas pelo seu pai. Durante as pesquisas ela descobre parte de um diário de guerra publicado em jornal de 1945;

5 - A esta altura, temos, portanto o enredo se entrelaçando e construindo uma temática de interesse social, pois, ainda que com alguns esquecimentos, a participação dos pracinhas na guerra é ainda algo em construção de nossa compreensão, pois que, muitos são os elementos a se observarem nesse processo, o que pode tornar a leitura tanto atraente quanto relevante;

6 - Nesse sentido, uma das propostas da narrativa é ir para além das polêmicas já estabelecidas, como a questão do preparo dessas tropas, as condições de recrutamento, ou mesmo a relação dos soldados brasileiros com os americanos, etc.;

7 - Para quem já se interessou pela obra, ela pode ser encontrada para compra através do site Estante Virtual;

8 -  A autora, natural de Varginha-MG é formada em direito e aposentada do Tribunal Regional do Trabalho, 3ª Região, na literatura, participou de dois concursos literários e integra duas coletâneas de contos pelo SIMPRO/MG. O livro Na Rua dos Ipês Amarelos é sua primeira publicação individual;

9 - Narrado em dois tempos paralelos, no presente e no passado, e contando com as descrições de um diário original de 1945, as narrativas adentram então os traumas de guerra, especialmente a partir dos mistérios cercando um possível soldado neurótico;


10 - Enfim, em meio a idas e vindas no tempo, e durante toda a trama no livro, realidade e ficção se misturam, num retorno repleto de divagações, buscando com isso oferecer aos leitores uma história instigante e cheia de alternativas.

Nenhum comentário