Header Ads

10 Escritores clássicos que se divertiriam muito fazendo memes

O meme com certeza é um dos grandes fenômenos da linguagem contemporânea. A eternidade da sátira em imagens e textos virais e replicantes. Como todo produto da linguagem um castelo de possibilidades. No post de hoje resolvemos imaginar que escritores da literatura brasileira teriam se dedicado a esta nobre causa que já nos levou a algumas guerras memeais. Confira:

1 - Gregório de Matos: Não à toa sua fase mais crítica lhe concedeu a alcunha de Boca do Inferno. Mordaz e provocativo, apontava o dedo para as feridas podres do reino. Com certeza ia se dedicar aos memes políticos não poupando nenhum mito;

2 - Machado de Assis: Tem muito falastrão incapaz de perceber que Machado foi um gigante. E não porque escreva difícil, pelo contrário, como poucos soube usar da linguagem de seu tempo para se comunicar e cativar um grande público; ademais, a sintonia refinada do humor machadiano por certo renderia interessantes memes;

3 - Clarice Lispector: Bem, Clarice dá origem a uma grande quantidade de memes, e isso diz sobre nós. Mas não duvidamos que ela também aproveitasse da linguagem dos memes para refletir questões existenciais de sua condição;

4 -  Laurindo Rabelo: Na boa, o rapaz adorava declamar uns poemas cheio de cachaça e é capaz de falar do cume daquela serra só poderia dar um bom criador de memes. Aliás, o próprio poema do Cume é uma espécie de meme, configurado e reconfigurado pela cultura popular;

5 - Du Bocage: Vamos abrir uma exceção para um  brasileiro natural de Portugal. Du Bocage dos poemas safados por certo que prepararia muitos memes safadinhos, cheios de saliências e safadezas;

6 - Mário Quintana: Bem, o poeta já deixou meme para nós, "eles passarão, eu passarinho" vez ou outra aparece num meme. Com certeza ele também seria capaz de se dedicar aos memes, vivendo no hotel entre um copo e outro;

7 - Cecilia Meirelles: Mais uma memista para a galeria existencial e com muita musicalidade. Da lista, também é autora que conta já com muitos memes espalhados por aí;

8 - Hilda Hist: Quer coisa melhor para a construção e criação de memes que uma boca livre de amarras? então, essa autora nacional sem papas na língua poderia nos inundar com memes, dos mais impactantes de desbocados possíveis;

9 - Carlos Drummond de Andrade: Bem capaz que Drummon não fosse criar seus memes cheio de inventividade, e em grande parte deles começaria com uma pedra;

10 - Lima Barreto: Sabe aquele memista das coisas da cidade? Lima Barreto com certeza faria uso dos memes para ilustrar e cronificar a cidade.

Nenhum comentário