Header Ads

10 Livros que "previram" a pandemia do coronavírus

Quando um desastre nos assola lá vamos nós encontrar profetas que teriam previsto algo. Não raro surge esta ou aquela teoria sobre este ou aquele livro que teria previsto algo, como os tantos candidatos a ter previsto a pandemia do covid-19. A realidade, sabemos, é mais simples, a força imaginativa da literatura é preditiva porque se permite trabalhar justamente com as hipóteses mais absurdas, o que faz disso mais estatística e probabilidade que mesmo predição. Dito isso, selecionamos alguns dos livros que têm sido relacionados a previsões da pandemia do corona vírus, confira:

1 - A dança da morte, de Stephen King: Muitos leitores levantaram relações entre a obra e a crise global causada pelo covid-19. No entanto, foi o próprio King que apontou as diferenças entre "seu" vírus e o covid-19, sendo sua ficção mais mortal em termos percentuais. Ainda assim, para muitos leitores a obra previu algo como esta pandemia;

2 - Os olhos da escuridão, de Dean Koontz: As pesquisas pelo nome do autor recentemente explodiram nas pesquisas do Google. Isso porque a galera começou a ver no livro uma suposta previsão dos eventos recentes. No romance um vírus Wuham-400 surgido lá mesmo, em Wuham. Contudo, depois de tanto bafafá, pessoal percebeu que a troca no nome fora resultado do fim da Guerra Fria, pois originalmente o nome do problema era Gorki-400;

3 - A realidade de Madhu, de Melissa Tobias: No Brasil quem conseguiu os holofotes e Prêmio Mãe Dinah de Literatura foi este livro que em determinada passagem fala de uma pandemia viral devastadora em 2020. A obra foi escrita em 2013 e a autora terai se mostrado surpresa quando instigada por leitores acerca da passagem;

4 - Fever, de Deon Meyer: Talvez um candidato mais próximo aqui. A obra trata a da jornada de um pai e um filho em um mundo devastado por uma espécie de coronavírus. A obra foi escrita quatro anos atrás;

5 - The end of october, de Lawrence Wright: Não uma previsão, mas uma antecipação, já que o livro tenta "prever" as consequências de uma pandemia em um mundo como o nosso, mas já estando mergulhado nas primeiras informações da covid-19. O livro parte para um olhar sociopolítico do problema;

6 - Fim dos Tempos (End of Days), de Sylvia Browne: O curioso é que em muitas teorias parecem ter usado trechos do livro da autora como se fossem parte do livro do Koontz. A questão é que na obra ela teria previsto uma pandemia de pneumonia pelo mundo. A autora coleciona controversas predições;

7 - Mundo Novo, de Chris Weitz: Aqui uma inserção nossa levando em conta o grupo de risco do covid-19, adultos e idosos, geralmente. Nesse romance juvenil algo ou alguma coisa extirpou os adultos do mundo e só adolescente sobrevivem numa "selva" urbana decadente perigosa;

8 - Na companhia das estrelas, de Peter Heller: Já falamos desse livro por aqui algumas vezes. A obra nos traz um mundo já deserto em que poucas pessoas sobreviveram a uma devastadora epidemia de gripe. Não temos o ano ou quando, mas já um mundo abandonado que de certo modo não apenas pela "gripezona" mas também pela solidão e isolamento desse "novo" mundo parece predizer nosso presente;

9 - A psicologia da pandemia, de Steven Taylor: 10 meses antes do surto um editor a quem o psicólogo enviara o livro disse que ninguém leria a obra. Uma de suas seções inclusive chama-se "o retrato da próxima pandemia" e o resultado do trabalho é fruto das pesquisas do autor feitas por mais de 2 anos. A obra foi publicada em dezembro de 2019, pouco antes da publicidade do surto que viria mudar nossas vidas;

10 - Astérix et transitalique, de Uderzo e Goscinny: Pessoal se divertiu bastante com uma edição da HQ de 2017 em que o gaulês enfrentou um vilão desconhecido, um tal de Coronavírus. Para os fãs os quadrinhos desta vez passaram a frente dos Simpsons.

Nenhum comentário