Header Ads

10 Muros e Muralhas da Literatura

Paredes, gigantescas paredes que geralmente evocam duas mensagens: a divisão dos povos e das coisas, ou ainda pior, a prisão, o aprisionamento real ou metafórico. Neste post selecionamos 10 grandes muros e muralhas da literatura, confira:

1 - A Muralha: Em As Crônicas do Gelo e do Fogo a gigantesca e colossal muralha feita de gelo e magia é a última proteção dos vivos contra Os Outros, (ou Vagantes Brancos, se preferirem). Na saga A Muralha é central à narrativa e ainda é para onde vai Jon Snow na Patrulha da Noite;

2 - Muros de Taitara: Em Sombras de Reis Barbudos, os muros surgem da noite para o dia na cidade, à beira de portas e janelas criando um verdadeiro labirinto urbano, e, mais ainda, uma prisão opressora aos habitantes da cidade: De repente os muros, esse muros. Da noite para o dia eles brotaram assim retos, curvos, quebrados, descendo, subindo, dividindo as ruas ao meio conforme o traçado, separando amigos, tapando vistas, escurecendo, abafando. (...) Com tanto muro para encarar quando estávamos parados e rodear quando tínhamos de andar, a vida estava ficando cada dia mais difícil.;

3 -   O Muro: Em Conto da Aia a Universidade de Harvard é transformada em prisão, e seus muros então são preparados de forma medonha e intimidadora com seus arames farpados e holofotes;

4 - Um Mundo de Muros: Em A Casa de Asterion, de Jorge Luís Borges as paredes e os muros que envolvem seu personagem tanto podem esconder os perigos de seu exterior, ou quem sabe protegendo o que está no exterior;

5 - O Muro Verde: Na distopia Nós um gigantesco muro verde cerca toda a cidade separando "a civilização" do restante selvagem do mundo, estes livres do jugo e poder do Estado Único, uma força totalitária que impede que qualquer pessoa ultrapasse essa muralha;

6 - Os Muros da Cidadela: No conto de Philip K. Dick, Minority Report, a cidadela possui um muro tecnológico semelhante a muitos aos de hoje, com paredes retráteis, vários equipamentos de vigilância, e ainda, armas para expelir qualquer aproximação;

7 - A Cidade Murada: Neste livro de Ryan Graudin, temos uma ficção inspirada numa experiência real, uma cidade murada e que dentro de seus muros a corrupção, o crime e a violência é que predominam;

8 -  Muro de Pântano: Muros podem ser feitos de qualquer coisa, inclusive por um pântano, como em O Limiar com sua cidade, Artemísia, murada e sitiada por um pântano;

9 - A Muralha Invisível: Em A Corte de Espinhos e Rosas o mundo de feéricos e humanos é separado por uma muralha invisível na floresta, protegida pelos feéricos e suas cortes;

10 - Muralha do Abismo: Em O Senhor dos Anéis: As Duas Torres a grandiosa muralha que ia desde o Forte da Trombeta até o penhasco ao Sul, barrando a passagem para a garganta. Abaixo dela, através de uma larga galeria, passava o Riacho do Abismo

Nenhum comentário