Header Ads

10 Nomes recentes dos thrillers policiais e de suspense

Com nomes como Harlan Coben, John Grisham e James Patterson, Dan Brown e Patricia Cornwell, a literatura policial evoluída para o que vem sendo chamado de thriller sempre cativou o público de massa com suas tramas dinâmicas, rápidas e cheias de ação. Nesse gênero, influenciado muito pelo mercado norte americano, os nomes citados continuam sucessos de venda, mas agora contam com uma companhia de nomes recentes que espalhados pelo mundo sustentam o fôlego destas histórias de polícia, espionagem, etc. Neste post selecionamos 10 novos nomes dos thrillers, confira:

1 - Paula Hawkins: Embora nascida no Zimbábue, a autora britânica causou alvoroço com seu A Garota no Trem que chamou atenção de leitores e da imprensa e que veio a ser adaptado para o cinema carregado de expectativas. O livro trata de violência doméstica, machismos e outras discussões que atraíram atenção para a obra;

2 - Mary Kubica: Sim, essa nova geração de autores no gênero, as mulheres têm ocupado importante espaço e liderança, claro algo esperado visto todas as portas abertas por Agatha Christie. A autora americana geralmente ocupa as listas de mais vendidos desde que estreou em 2014 com Garota Perfeita. De lá para cá já são quatro romances;

3 - Raphael Montes: Vamos incluir um brazuca nesta lista, embora suas publicações sejam mais peculiares se comparadas as demais. Elogiado por Scott Turow, Montes tem dominado o gênero no Brasil desde que estreou na literatura, sendo uma de suas publicações mais interessante, Jantar Secreto;

4 - Robert Bryndza: Nascido no Reino Unido é o que diríamos um cosmopolita, já tendo morado no Canadá e atualmente morando na Eslováquia com seu esposo. Seu lançamento mais recente Sob Águas Escuras segue dando vida à sua detetive, Erika Foster. Estreou com A Garota no Gelo;

5 - Michel Bussi: O escritor francês é um dos mais premiados da nova geração da literatura policial. Entre suas publicações no Brasil, O Voo da Libélula e Ninfeias NegrasQuando não escreve, atua como professor de geografia na Universidade de Rouen e como comentarista político;;

6 - Wendy Walker: Seu thriller psicológico Nem Tudo Será Esquecido foi altamente elogiado, inclusive por nós aqui no blog, e embora a autora talvez não seja o nome dos mais conhecidos desta lista, sua obra deve ser observada pois tem muita qualidade;

7 - Alexandre Fraga: Policial federal da ativa, Fraga em Oeste: A Guerra do Jogo do Bicho escreve a meu ver um dos melhores - senão o melhor - thrillers brasileiros, obra que reúne os principais elementos do gênero através de uma trama particular, uma espécie de O Poderoso Chefão escrito por Harlan Coben ou Patterson;

8 -  John Verdon: O escritor americano começa a publicar em 2010 e aqui no Brasil reúne um bom número de leitores de sua obra, cujos destaques estão Não Brinque Com Fogo e Peter Pan Tem Que Morrer;

9 - Jason Matthews: Ex-diretor da Cia, o cara certamente deve ter muitas histórias para contar inspiradas no trabalho. Seus dois livros publicados aqui no Brasil fazem sucesso, Roleta Russa e Operação Red Sparrow;

10 - Sam Bourne: Pseudônimo do jornalista britânico Jonathan Freedland começou a escrever na segunda metade da década de 2000 e que ficou sem publicar por algum tempo até voltar em 2017 com o polêmico Matem o Presidente.

Nenhum comentário