Header Ads

100 Grandes livros brasileiros, mas você não leu 15 deles

Não sei se vocês já viram por aí aquela lista que seria tipo um desafio literário da BBC com 100 livros, mas que vocês não teriam lido mais que 17 da lista (Veja nesse post da Revista Bula info completa). Nós entramos nesse clima e listamos neste post 100 grandes livros brasileiros, mas que vocês não leram mais que 15. Desmintam-nos nos comentários e curta e compartilhe o #DesafioListasLiterárias:


1. Sombras de Reis Barbudos, de José J Veiga;
2. Incidente em Antares, de Érico Veríssimo;
3. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis;
4. Quarto de Despejo, de Carolina Maria de Jesus
5. Não Verás País Nenhum, de Ignácio de Loyola Brandão;
6. Os Ratos, de Dyonélio Machado;
7. Mãos de Cavalo, de Daniel Galera;
8. Todos Nós Adorávamos Caubóis, de Carol Bensimon;
9. Grande Sertão Veredas, de João Guimarães Rosa;
10. Delacroix Escapa das Chamas, de Edson Aran;
11. O Escaravelho do Diabo, de Lúcia Machado de Almeida;
12. O Exército de Um Homem Só, de Moacyr Scliar;
13. A Ilha Perdida, de Maria José Dupré;
14. O Quinze, de Rachel de Queirós;
15. A Suavidade do Vento, de Cristovão Tezza;
16. Canibais, de David Coimbra;
17. O Leite do Peito, de Geni Guimarães;
18. A Grande Arte, de Rubem Fonseca;
19. Macunaíma, de Mário de Andrade;
20. Leite Derramado, de Chico Buarque;
21. O Mistério, de Coelho Neto e Outros;
22. Obra Completa, de Murilo Rubião;
23. Sentimento do Mundo, de Carlos Drummond de Andrade;
24. A Batalha do Apocalipse, de Eduardo Spohr;
25. O Sete, de André Vianco;
26. Nunca o nome do menino, de Estevão Azevedo;
27. O Alquimista, de Paulo Coelho;
28. Borges e os orangotangos eternos, de Luis Fernando Veríssimo;
29. O Mistério do Cinco Estrelas, de Marcos Rey;
30. As Aventuras de Dick Peter, de Jerônymo Monteiro;
31. A Moreninha, de Joaquim Manoel de Macedo;
32. Desesterro, de Sheyla Smaniotto;
33. O Vampiro Que Descobriu o Brasil, de Ivan Jaf;
34. O Viajante Imóvel, de Júlio Ricardo da Rosa;
35. Jantar Secreto, de Raphael Montes;
36. Nove Tiros em Chef Lidu, de Paula Bajer Fernandes;
37. Senhora, de José de Alencar;
38. Dom Casmurro, de Machado de Assis;
39. Lendas do Sul, de João Simões Lopes Neto;
40. Zon, O Rei do Nada, de Andrei Simões;
41. Morangos Mofados, de Caio Fernando Abreu;
42. Terras do Sem Fim, de Jorge Amado;
43. A Primeira História do Mundo, de Alberto Mussa;
44. Uma Janela em Copacabana, de Luiz Alfredo Garcia-Rosa;
45. Bellini e o Demônio, de Tony Belotto;
46. Noite na Taverna, de Álvares de Azevedo;
47. O Ateneu, de Raul Pompéia;
48. Os Sertões, de Euclides da Cunha;
49. O Homem Que Sabia Javanês, de Lima Barreto;
50. O Presidente Negro, de Monteiro Lobato


51. O Cortiço, de Aluísio Azevedo;
52. A Rua dos Cataventos, de Mário Quintana;
53. Que Fim Levou Juliana Klein?, de Marcos Peres;
54. Bitch, de Carol Teixeira;
55. O Grifo de Abdera, de Lourenço Mutarelli;
56. Como se estivéssemos em palimpsestos de putas, de Elvira Vigna;
57. Outros Cantos, de Maria Valéria Rezende;
58. Só Faltou o título, de Reginaldo Pujol Filho;
59. Esta Terra Selvagem, de Isabel Moustakas;
60. Descobri Que Estava Morto, de J. P. Cuenca;
61. A era e ouro do pornô, de Zeka Sixx;
62. O Cambista do cais do porto, de J. C. de Toledo Húngaro;
63. Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto;
64. O Sorriso do Lagarto, de João Ubaldo Ribeiro;
65. Entre rinhas de cachorros e porcos abatidos, de Ana Paula Maia;
66. Perto do coração selvagem, de Clarice Lispector;
67. Seminário dos Ratos, de Lygia Fagundes Telles;
68. Cobra Norato, de Raul Bopp;
69. Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida;
70. A Mãe, a filha e o espírito da santa, de P. J. Pereira;
71. Capão Pecado, de Ferréz;
72. Becos da Memória, de Conceição Evaristo;
73. Oeste: A guerra do jogo do bicho, de Alexandre Padilha;
74. Admirável Brasil Novo, de Ruy Tapioca;
75. Livraria Limítrofe, de Alfer Medeiros;
76. Circo, de Alckmar Santos;
77. O Tribunal de Quinta-Feira, por Michel Laub;
78. São Bernardo, de Graciliano Ramos;
79. O Ladrão de destinos, de Nanuka Andrade;
80. Depois do Fim, de Alex Bezerra de Menezes;
81. Quarup, de Antonio Callado;
82. Das Meninas e das Outras, de Janaína Buccioli;
83. O Xângo de Baker Street, de Jô Soares;
84. A Droga da Obediência, de Pedro Bandeira;
85. 120 Horas, de Luis Eduardo Matta;
86. Aimó, de Reginaldo Prandi;
87. Eles eram muitos cavalos, de Luiz Rufatto;
88. A Morte do cozinheiro, de Allan Pitz;
89. A Resistência, de Julián Fuks;
90. O Livro dos Mandarins, de Ricardo Lísias;
91. A Chave de Casa, de Tatiana Salem Levy;
92. A Turma da Rua Quinze, de Marçal Aquino;
93. Menino de Asas, de Homero Homem;
94. Romanceiro da inconfidência, de Cecília Meirelles;
95. Gabriela, de Jorge Amado;
96. Tica Taku Kata tu, de Biguá Xi;
97. Os Corpos e os dias, de Laura Erber;
98. O Pau, de Fernanda Young;
99. A Hora dos Ruminantes, de José J. Veiga;
100. Memórias Sentimentais de João Miramar, de Oswald de Andrade;


7 comentários:

  1. Quarto de Despejo é de Carolina Maria de Jesus, não?

    ResponderExcluir
  2. Realmente essa lista tem muita coisa que não li, mas consegui achar os 15.

    ResponderExcluir
  3. O texto de apresentação fala em "10 grandes livros brasileiros, mas que vocês não leram mais que 15'.

    ResponderExcluir
  4. Li 7, mas tem li outros livros de alguns autores que estão aí.
    Suicidas do Montes é maravilhoso <3

    ResponderExcluir