Header Ads

7 Livros de e com Edson Aran para ter na estante

Escritor, jornalista, roteirista e por aí vai, Edson Aran é um autor interessante para conhecermos suas obras porque ele é um tanto diferente do que se tem lido, e, às vezes, suas obras podem conter nesgas de premonição (rsrrsrs) como Delacroix Escapa das Chamas que em 2009 pensava o mundo doido de agora e falava num Frota presidente e movimentos monarquistas. Mal sabia ele que com certas coisas não se brinca (ou se fala sério, sei lá!)... Confira 7 livros de Edson Aran para sua estante:

1 - Delacroix Escapa das Chamas: No ano de 2068, em São Paulo, os habitantes das cidades-cubo vivem protegidos em shopping cities, onde moram, consomem e trabalham. Fora dali, os sem-crédito disputam o território com narcotraficantes, monarquistas (separatistas liderados por Dom Pedrinho de Orleans e Bragança, o dom Pedro III) e outros fanáticos... + no Submarino

2 - O Amor é outra coisa: O livro dos pensamentos estúpidos: Divirta-se com as tiradas nada sutis deste livro, que não ensina coisa alguma, mas nos faz rir de tudo. O humor, afinal, é algo que, uma vez dentro de você, faz o seu coração bater melhor. Ou melhor, não é não. O nome disso é marca-passo. O humor é outra coisa... + no Submarino

3 - O Imbecilismo:  Edson Aran explica que, ao escrever com ironia sobre a imbecilidade humana, descobriu que existe no Brasil um movimento artístico que não sabe de sua própria existência - o imbecilismo, cujos mais notórios representantes seriam Caetano Veloso, Cacá Diegues e Niemeyer, entre outros... + no Submarino

4 - O Livro das Conspirações: Uma obsessão antiga da humanidade, as teorias da conspiração ganharam ainda mais força com a popularização da internet. Neste livro, Edson Aran compila as principais delas, combinando uma vasta pesquisa, um texto acessível e comentários inteligentes... + na Cultura

5 - A Noite dos Cangaceiros Mortos-Vivo: Eles estão armados e são perigosos. Ermenegildo Pinto é um alucinado megalomaníaco que sonha tomar o poder no país. Raulzito é um sósia do Raul Seixas que fala como um malandro e está sempre envolvido em confusões. Bom Selvagem é um índio maluco que só pensa em dinheiro. Juntos, eles são o Comando Armado Revolucionário dos Cangaceiros Mortos-Vivos, e estão a caminho de Brasília para implantar a primeira República Cangaceirista do mundo... + na Travessa

6 - Blônicas: Antologia de crônicas publicadas no site “Blônicas”. Além de Edson Aran, também tem, entre outros, Xico Sá, Leo Jaime, Nelson Botter, Marcelino Frei, Lusa Silvestre e Antônio Prata... + no Site

7 - Quânticus - O Destruidor de Mundos: Quânticus pulveriza estrelas com um simples pensamento. Mas tudo o que ele quer é um drink bem feito e levar a gostosa do marketing pra cama... + no Site

Nenhum comentário