Header Ads

10 Razões para banir e censurar a Bíblia imediatamente


Teríamos nós do Listas Literárias enlouquecido? Logo nós, contrários a qualquer tipo de limitação às artes e cultura? No final desse post (sarcasmo mode on) teremos mais esclarecimentos, antes vejam nossos razoáveis motivos em consonância com o que já tem começado, pois sim, depois dos museus, babacas ignorantes (grande parte, inclusive com diploma de nível superior) preparam suas patrulhas Guy Montag e depois dos museus partem para cima dos livros, como o caso de Uruguaiana - RS em que um vereador além de pedir o banimento do livro da Queermuseu e ainda a criação de uma comissão para tirar da biblioteca obras que atentem contra moral, que incentivam e abordam o canibalismo, a nudez, a pedofilia e por aí vai conforme noticiado  pelo Correio do Povo. Pois não criando argumento diferentes destes doentes que abriram as portas da insanidade, que tal aplicar os mesmos princípios para o livro que dizem que seguem, a Bíblia (Para ilustrar o post, que tal o trabalho de Robert Crumb quadrinizando leituras bíblicas):
1 - Tem gente pelada: Como assim? Como poderemos permitir um livro com gente pelada assim, logo de cara, no gênesis. E pior, dizer que até a tal fruta não tinha pecado, aqueles dois ali, peladinhos, isso é uma imoralidade. Até parece aquela carta do Caminha quando nossos sebosos portugueses aportaram nesta terra e viram índios e índias "com suas vergonhas à mostra, com naturalidade e sem pecado..." De modo algum, "em nossas cabeças" gente pelada é putaria. Suprima-se o Gênesis.

2 - Incesto: Como pessoas de bem podem ler livros com incesto e tudo quanto é putaria? Nem pensar, nada de ensinar coisas erradas em nossas bibliotecas, então "bora" lembrar então que na Bíblia incesto pouco é bobagem. Dentre eles uma das passagens mais famosas é a de Ló e suas duas filhas, uma em cada noite embebedam o velho, e sugam suas forças para 9 meses depois nascerem Moabe e Ben-Ami. Entre outros incestos, temos ainda Abraão e Sara, dois irmãos assim, tipo Cersei e Jaime Lannister. Então, censuradores #ficaadica

3 - Um cadão de prostituição e um tantico de zoofilia: Como diria a prostituta de Jorge Amado, "não se faz nada que não esteja na Bíblia" porque a prostituição é tema recorrente, em alguns casos como das irmãs prostitutas Aolá e Aolibá no livro de Ezequiel até mesmo com metáforas subliminares com zoofilia, com membros de jumento e fluxo de cavalo, "só leitura inocente para nossas crianças". Claro, como sempre nesse livrão tão sangrento quanto As Crônicas do Gelo e do Fogo, "a culpa" e as penalidades caem só sobre uma parte, aliás, aproveitando seguimos estas irmãs e o julgamento do Senhor no melhor estilo Chefão do Morro...

4 - Esquartejamento e violência: Sim, porque se uma coisa que não falta na Bíblia é violência, vingança, etc e tals, tipo videogame, saca... ah é, agora lembro que "o pessoal de bem" também não curte muito games porque incentivam a violência... Então, não é que o Senhor imputa penas severas à Aliobá, tipo esquartejamento mesmo, que lhe tirem um nariz, as orelhas... 

5 - Apologia à tortura: Bem, vamos usar a lógica e o pensamento dessa "gente de bem" que se novela ou livro ter traficantes, LGBT+, é fazer  apologia ou incentivar algo, então o que dirá desse livrão em o que não falta é tortura, inclusive a do suposto filho do homem que provado de todas as formas ao fim resta-lhe o "pai, por que me abandonaste?"

6 - Precisamos lutar contra o comunismo:  Falando nisso, "nossa gente de bem" está numa luta áurea contra o comunismo no Brasil, porra, então "bora" afastar nossas crianças e incautos desse livro apologista ao comunismo, afinal, seu protagonista que toma as rédeas no Segundo Testamento, lembra certos petralhas e esquerdopatas por aí, porra, que coisa é esta de dar a outra face? Repartir o pão? Tributar os ricos? Partilhar pão e peixe enquanto se pode dar ração? Optar pela paz se o que precisamos mesmo é liberar as AK-47 e uns sabres de luz para todo mundo...

7 - Jogando leite fora: "Gente de bem" nem transa nem faz amor, o negócio mesmo tem de ser pra fins de procriação. Só que não, é o que vemos na louca trama dos herdeiros de Judá, com Onã tendo de assumir a mulher do irmão Er, para gerar-lhe descendentes, mas o malandrinho, saca aquela história do "na hora eu tiro", bem isso, o espertão que não queria dar descendente ao irmão morto cuspia tudo na palha. Para apimentar mais o caso, tempos depois, ainda sem algum filho, Tamar dá um jeitinho de dar umazinha com o próprio sogrão, Judá. Uma indecência diria "nossa gente de bem".

8 - Contra o fratricídio: Em nome das famílias brasileiras não se pode permitir a publicação e a circulação de um livro que gere tanta intriga e estimule o assassinato entre irmãos, afinal essa tal Bíblia está recheada de apologia ao fratricídio, começando por Caim, passando por José e seus irmãos...

9 -  E a apologia ao Filicídio?: Como assim, era tipo uma pegadinha que de repente o canastrão do João Kleber começa a gritar "Pára Pára Pára"... E só aí que o Abraão então suspende a faca que carnearia como a um carneiro, o próprio filho. Isso é  degradação das nossas famílias... Censurem, Banam, nós nos importamos com a família brasileira...

10 - Isso só pode ser uma agenda mundial gayzista, né #VejaLixo e #GloboLixo?: Caralho, vocês só podem estar de brincadeira, tá feio, como assim? Depois de ter de quebrar o LP do Pink Floyd e nunca mais comer Polenguinho, acabou, não leio mais, como assim? Como deixar nossas crianças lerem essa apologia gayzista?: "Este é o sinal da aliança que estou fazendo entre mim e vocês e com todos os seres vivos que estão com vocês, para todas as gerações futuras: o meu arco que coloquei nas nuvens. Será o sinal da minha aliança com a terra. Quando eu trouxer nuvens sobre a terra e nelas aparecer o arco-íris, Gênesis 9:12-14" Parem, parem de ver e mostrar essa porra de arco-íris....

Então, né não? O Listas Literárias é contra toda e qualquer censura à arte e à cultura, até porque, cabeças-de-peixe, apontem algum arte que desapareceu no tempo? A arte resiste, a arte sobrevive independente de vossas proibições cuja única coisa a que se prestam a sujar vossas mãos de sangue e ódio. Nenhum livro, nenhum trabalho deve ser censurado (aliás, inclusive a Bíblia, o Corão, o Manifesto Comunista, o Minha Luta... todos eles fazem parte da história humana, ou refletem sobre ou denunciam a sordidez dos homens, que deve estar sempre às vistas de nossos olhos), até porque vossa censura legitima muita coisa, até mesmo as mais nefastas. Não há justificativa, e isso vale para os da direita e para os da esquerda, para censurar algo, isto dirá muito mais de você do que do censurado. E nunca custa lembrar que temos uma Constituição que assegura a liberdade cultural sem censura prévia ou qualquer fezes do tipo. Além disso, creio que este post deveria mostra-lhes que os argumentos dos censurados morais não aguentam nem suas próprias leituras, mais aí já é demais o blog pensar que em cabeça-de-vento entre alguma sustância além disso. "Que os jogos comecem".

Nenhum comentário