Header Ads

10 Considerações sobre Meu Maior Presente ou sobre amores complicados

O Blog Listas Literárias leu Meu Maior Presente, de Mila Wander publicado pela editora essência; neste post as 10 considerações da Gi sobre o livro, confira:

1 – Com uma temática complexa e dramática, Meu Maior Presente irá discutir tabus em uma história de amor que flertará com incesto ao mesmo tempo que discutirá a força dos sentimentos numa trama que a despeito de seu tema consegue ser tratada com certa leveza;

2 – Narrado pelo protagonista Lucas, o romance irá contar da história de amor entre ele a sua irmã de criação, Mel, e principalmente narrar os dilemas e os questionamento enfrentado por ambos na tentativa de lidarem com os próprios sentimentos, avassaladores, contraditórios, e para alguns olhares, proibido;

3 – Adotado quando tinha nove anos pela família de Mel, o garoto crescerá com esse forte amor pela irmã de criação, e após um beijo terá despertado todos seus medos e anseios de modo que ele passará a fugir de si mesmo, por causa do sentimento de culpa que carregará, além mostrar-se sempre reticente e preocupado com a reação familiar com a relação de ambos;

4 – Por isso mesmo ao longo do romance ele irá através de suas fugas buscar tentar afastar Mel, mesmo que para tal, muitas vezes tenha de tomar atitudes questionáveis; além disso, a falta de decisão por parte dele, sempre reticente entre lutar ou não por seu amor, acaba enrolando não somente a decisão mas também o ritmo da narrativa;

5 – Mel, por sua vez, é uma jovem decidida, o que gera, inclusive um contraponto entre sua idade e a de Lucas, pois ela até mesmo passa a nutrir certa raiva pela fraqueza de Lucas em lutar pelos sentimentos dos dois;

6 – Todavia, não é uma questão simples, já que a relação desde a infância construiu-se entre irmãos, tendo ela nascido após a adoção de Lucas, e então quando ela chega à adolescência é que o amor brota entre eles tornando difícil distinguir paixão e amor fraterno, o que leva a Lucas aceitar uma proposta de trabalho no exterior;

7 – Deste modo vale dizer que não é fácil discernir todas as emoções envolvidas, e a distância entre eles além de separar a irmãos, cuja relação sempre foi de forte amizade e proteção, Mel ainda “perde” sua paixão, o que joga-a numa fase de rebeldia e inconformismo;

8 – Assim, ao longo da narrativa acompanharemos as reações familiares diante um assunto tão polêmico e complicado, pois ainda que não houvesse a relação sanguínea, a questão cultural e social formativa de ambos será construída como irmãos, sendo que ao passo que ambos depois de uma série de fugas passam a lutar juntos pelo romance, terão pela frente que lidar com muitos preconceitos e resistências;

9 – Portanto temos diante de nós uma leitura que flui, mesmo com sua carga dramática presente em larga escala, e que nos coloca diante de situações que precisamos ponderar calmamente as ações e movimentos de personagens, truncando apenas em momentos específicos por causa das reticências e das fugas de Lucas, que demora certo tempo a compreender seus sentimentos e decidir lutar por seu amor peculiar;

10 – Enfim, o romance é uma boa leitura numa história que ao fim vemos que vale a pena lutar pelo amor, e que principalmente, fugas e o medo de enfrentamento não constroem nada, pois a mensagem de Lucas e Mel é de que só podemos superar os problemas enfrentando-os. De frente.



Nenhum comentário