segunda-feira, 5 de junho de 2017

,

10 Livros para falar sobre suicídio

Um dos grandes tabus da sociedade ainda é o suicídio, um tema difícil de se abordar e que atinge milhares de famílias anualmente. A temática, atualmente voltou a ganhar força com a adaptação de Os 13 Porquês, de Jay Asher em um seriado da Netflix. Neste post selecionamos 10 livros para falar sobre suicídio, confira:

1 - Os 13 Porquês, de Jay Asher: Recentemente adaptado pela Netflix num seriado que tem causado muita discussão, o livro traz a história de Hannah Baker que por meio de uma confissão em fita cassetes os 13 motivos que a levaram cometer suicídio;

2 - As Virgens Suicidas, de Jeffrey Eugenides: Uma das narrativas mais impactantes a respeito do tema, na obra uma série de suicídios discute a opressão e a fissura familiar que leva ao suicídio as irmãs Lisbon;

3 - Reconstruindo Amelia, de Kimberly McCreight: Neste interessante thriller, Kate é uma mãe que começa a reconstruir a identidade da filha após ela jogar-se do alto da escola. Par isso ela passa então a montar essa nova imagem a partir dos registros virtuais da filha, e descobre que desconhecia uma série de coisas a respeito da filha numa obra que fala sobre o quanto conhecemos que nos é próximo;

4 - Carta de Amor Aos Mortos, de Ava Dellaira: Por meio de cartas destinadas a personalidades mortas, Laurel acaba encontrando uma forma de buscar respostas para o suicídio da irmã mais velha, enquanto de certa forma tenta não seguir os mesmos passos numa obra que fala da falta de perspectiva juvenil dentre outras coisas;

5 - A Playlist de Hayden, de Michelle Falkoff: Mais uma obra a reunir bullying e suicídio na trama em que Hayden deixa ao amigo uma playlist que deverá explicar suas razões para ter cometido o suicídio;

6 - Eu Estive Aqui, de Gayle Forman: O livro acaba apresentando dois lados distintos a despeito da construção das aparências e dos nossos pontos de vista sobre os outros, como a aparente vida perfeita de Meg com seu futuro promissor nos estudos e uma estrutura familiar sólida que acaba gerando uma série de reflexões quando tragédias acontecem e principalmente de que não há necessariamente um perfil único para suicidas;

7 - Sr. Daniels, de Brittainy C. Cherry: Ainda que não elemento central da narrativa, neste romance observamos o quanto a opressão relacionada à sexualidade pode ser fatal levando a medidas extremas e desesperadas como no caso de Ryan;

8 - O Céu dos Suicidas, de Ricardo Lísia: Com sua forma bastante autoral de narrar o suicídio acontecido é um elemento o qual o autor usa para tratar dentre outras coisas sobre culpa e identidade;

9 - Os Sofrimentos do Jovem Werther, de Goethe: Um dos clássicos da literatura mundial e marco do romantismo é um livro pra se ler (e melhor, se não estiver legal, talvez não) pois é da lista certamente o mais relevante e importante a respeito de suicídio entre jovens. Quando de sua publicação, aliás, a Europa foi tomada por uma série de suicídios supostamente influenciados pelo livro, fenômeno inclusive chamado de "efeito Werther";

10 - Suicidas, de Raphael Montes: Jovens de elite e num ato de suicídio coletivo através da roleta-russa é a premissa do romance de estreia do hoje badalado autor de suspense que domina o gênero no Brasil.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...