10 Considerações sobre A História Secreta da Criatividade, de Kevin Ashton ou por que somos todos criativos

O Blog Listas Literárias leu A Historia Secreta da Criatividade, de Kevin Ashton publicado pela editora Sextante; neste post as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o livro, confira:

1 - A História Secreta da Criatividade é uma interessante viagem pela história das grandes criações da humanidade que de alguma forma ou outra mudaram nosso modo de viver, e tudo isso numa linguagem simples ainda que consiga também não perder sua verve acadêmica;

2 - E para argumentar suas posições e reflexões o autor descerra a cortina do mito comum da criação muitas vezes pautados pelo "momento eureca" como se a criação fosse um momento de iluminação e epifania de seus criadores, contrapondo a partir de uma série de elementos a longa estrada percorrida por grandes descobertas;

3 - Na verdade o que Ashton tenta demonstrar é que por detrás de toda descoberta e invenção há um caminho logo, geralmente recheado de fracassos numa contínua batalha entre "tentativa e erro" que através da experiência demandam acima de tudo muito trabalho para se concretizar;

4 - Aliás, a principal mensagem presente na obra é justamente da necessidade do trabalho e da dedicação em cada grande descoberta, evidenciado que no universo da criação nada é fortuito como muitas vezes pode parecer. No livro, a partir de grandes histórias veremos que trabalho e persistência são elementos cruciais para a criação;

5 - Além disso, o livro coloca a criação num campo coletivo e indispensável para a humanidade como espécie, além de demonstrar que mesmo uma criação de autoria definida, muitas vezes percorreu muitos caminhos e muitas mentes para enfim chegar-se ao produto final (ou não já que cada criação poderá implicar novas descobertas);

6 - E para os curiosos a leitura do livro além de refletir sobre o processo criativo, poderá ser também uma ótima fonte de conhecimentos diversos que vão da história da baunilha, da Coca-Cola às grandes invenções da ciência como a fotografia do DNA;

7 - Contudo, para leitores brasileiros cabe dizer que num universo de grandes invenções, o autor falar  do avião apenas a partir da ótica dos irmãos Wright negligenciando Santos Dumont é algo incômodo ainda que não desqualifique  trabalho;

8 - Tirando este porém, é importante ressaltar o caráter acadêmico do trabalho, mesmo numa linguagem acessível, pois é um livro construído a partir de muitas fontes, todavia algo inerente ao trabalho proposto visto que em seu miolo esse construção coletiva que se alicerça de várias contribuições é um dos principais olhares do autor para com a criação;

9 - Portanto, temos aqui uma fonte não apenas sobre curiosidades de grandes descobertas, mas sim uma análise sobre a gênese da criação que perpassa desde as descobertas autodidatas ao universo da academia científica (que aliás poderá surpreender os leitores sobre suas ações e métodos) engrossando o ponto de vista do autor que acima de tudo coloca a todos a possibilidade de criar;

10 - Enfim, seja você estudioso ou não da área esta é uma leitura de diversas contribuições para seu conhecimento. Certamente vale a pena sua leitura.



10 Considerações sobre A História Secreta da Criatividade, de Kevin Ashton ou por que somos todos criativos 10 Considerações sobre A História Secreta da Criatividade, de Kevin Ashton ou por que somos todos criativos Reviewed by Douglas Eralldo on domingo, outubro 09, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário