Header Ads

10 Considerações sobre Problemas na Vila Zumbi, de Mark Cheverton, ou por que descobrir os mistérios de Herobrine

O Blog Listas Literárias leu Problemas na Vila Zumbi, de Mark Cheverton publicado pela editora Galera Júnior. neste post as 10 considerações de Douglas Eralldo sobre o livro, confira:

1 - Problemas na Vila Zumbi é a demonstração de que a aventura no mundo de Minecraft não tem fim, e desta vez o jovem e digital herói Gameknight999 terá além de salvar o jogo, o mundo, também salvar a pele da irmãzinha "enxerida" Monet113 que inspirada nas aventuras anteriores do irmão, também entre dentro do jogo;

2 - Contudo, Monet113 vai parar na Vila Zumbi por causa de um "mod", tática que surge no livro como tentativa de compartilhar com crianças e adolescente uma abordagem de duas perspectivas "da guerra", especialmente nas tentativas de criticar a guerra entre NPCs e Zumbis, porém tal discurso acaba não tendo grande impacto porque a "didática da ação" prepondera sobre a reflexão, e no meio do plano de Herobrine os protagonistas ainda assim travam intensos combates;

3 - Por isso os jovens leitores terão diante de si muita pancadaria e táticas de guerra, numa obra em que a ação é o foco principal, ainda que permeada por reflexões, e mesmo titubeares do protagonista, que em grande parte está sob a influência da relação com a irmã e os questionamentos do comportamento familiar, especialmente do pai, de que o menino recente a distância;

4 - Entretanto, esse aparente amadurecimento de Gameknight999 nem sempre é referendado por suas ações e atitudes, que em boa parte ainda explicitam um pouco de seu egoísmo e individualidade, e mesmo que parta numa jornada para salvar a irmã, o faz muito mais pela necessidade e obrigação do que por sentimentos para com ela, e isso é uma questão interessantes de olharmos;

5 - Outra questão referente ao jovem protagonista é que ele continua muito reticente. Se por uma lado desconfiamos de "heróis prontos" que de uma hora para outra transformam-se num escolhido pronto para ação, por outro, do mesmo modo vermos que o herói já em seu quarto livro como protagonista continuar reticente é algo que nos estranha, pois em muitos momentos as experiências anteriores deveriam tê-lo preparado melhor;

6 - Além disso, neste quarto livro da série é quando digital e real mais se interligam e se misturam, e em alguns casos soando inverossímil como as constantes relações construídas no mundo virtual a partir de bases do mundo real como falar "pedaços de carne zumbi" quando deveria ser "pedaços de pixels zumbi", pois afinal a turma está dentro do jogo;

7 - Dito tais pontos anteriores, claro, aqui nesta lista temos um olhar adulto e crítico quanto à obra, entretanto isso não despreza, tampouco desqualifica o sucesso da obra junto a jovens leitores, muito desses tendo os primeiros contatos e o letramento a partir destas narrativas das aventuras não oficiais de Minecraft;

8 - Do mesmo modo, é preciso dizer que mesmo não apresentando grandes novidades estruturais e temáticas, é um livro que se segura na ação e na capacidade de imersão dos leitores em sua trama, fluída, ágil e acima de tudo capaz de nos envolver, independentemente da idade dos seus leitores;

9 - Ademais é um livro que consegue discutir e reunir informações importantes para o grande número de fãs e jogadores da franquia do game, que assim encontram na obra uma ampliação do universo do jogo, como uma história a qual muitos gostariam de ser protagonistas;

10 - Enfim, Problemas na Vila Zumbi repete a receita de sucesso das obras anteriores de Cheverton. Muita ação, perigos e aventuras dos protagonistas digitalizados dentro do jogo Minecraft, e assim elaborando sua própria visão do universo do jogo ao mesmo tempo que tenta deixar questões de reflexão a seus jovens leitores, ainda que não esteja explícitas.



 

Nenhum comentário